fbpx

Como evitar ataques cibernéticos

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O crime cibernético é qualquer crime que ocorre online. Os ciber-criminosos frequentemente cometem crimes visando redes de computadores ou smartphones. O crime cibernético pode variar de violações de segurança a roubo de identidade.

Nas últimas 24 horas, quantas vezes você acessou sua conta bancária por meio de um aplicativo online? Verificou seus sites de redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, etc.) ou usou o e-mail? Baixou ou compartilhou um arquivo? Comprou online? 

Embora façamos isso todos os dias sem pensar duas vezes, é importante perceber que tudo o que fazemos online nos coloca em risco de um ataque cibernético ou de ser “hackeado”. Então, alguns cuidados podem ser muito úteis para proteger você quando estiver online. 

Como se proteger contra o crime cibernético? Qualquer pessoa que use a Internet deve tomar alguns cuidados básicos. Aqui estão 12 dicas que você pode usar para ajudar a se proteger contra os diversos crimes cibernéticos que existem por aí. 

Há muitas coisas que você pode fazer para ajudar a impedir que os criminosos obtenham suas informações privadas enquanto estiver online. Para a maioria das pessoas, isso significa seguir alguns passos simples e de bom senso para manter você e sua família seguros. Também significa denunciar crimes cibernéticos aos funcionários competentes no momento apropriado.

Ao fazer isso, você está ajudando a combater o crime cibernético.

1 – CUIDADO AO USAR O SEU BANCO ONLINE

Desde que o home banking foi inventado, várias ameaças aos seus clientes ficaram evidentes. Algumas das ameaças das quais você precisa estar ciente incluem ataques de malware, que são softwares criados para um propósito maligno. Esses programas de computador mal-intencionados geralmente consistem em código desenvolvido por hackers.

O software é projetado para roubar detalhes da conta como login, incluindo suas senhas. Também pode envolver assinaturas de sites falsos e sequestro de contas. No caso do banco online, você pode acessá-lo com segurança seguindo estas etapas:

  • Revise periodicamente as políticas de privacidade do banco.
  • Use senhas complexas, com letras, números e caracteres especiais. 
  • Evite senhas fáceis de adivinhar, como ano de nascimento.
  • Não acesse seu banco em locais públicos, com wi-fi gratuito.
  • Verifique o saldo da sua conta periodicamente.
  • Suspeitando de uma intrusão, entre em contato imediatamente com o banco.

2 – USE SEU SMARTPHONE COM SEGURANÇA

Assim como um computador pessoal, um smartphone está sujeito à ataques por hackers, e precisam ser equipados com medidas de segurança para você ficar seguro. Infelizmente, a maioria dos proprietários de smartphones não conhece as deficiências de segurança de seus smartphones. Abaixo estão algumas maneiras de proteger seu telefone celular:

  • Escolha dispositivos que incorporem recursos de segurança.
  • Prefira smartphones com autenticação por impressão digital.
  • Configure os recursos de segurança do seu smartphone. 
  • Habilite o recurso de senha em seu dispositivo. 
  • Escolha uma senha complexa com caracteres, símbolos e números.
  • Utilize um VPN.
  • Evite abrir links e pop-ups suspeitos.
  • Evite compartilhar seu número em sites públicos.
  • Escolha seus apps cuidadosamente antes de instalá-los.

3 – JOGUE ONLINE DE MODO SEGURO

Graças à Internet de alta velocidade, os jogos online tornaram-se acessíveis para qualquer pessoa. Você pode encontrar jogos como corrida de carros, games de tabuleiros, aventuras e muitos outros. No entanto, você precisa ter muito cuidado com os riscos que eles apresentam. 

Alguns deles podem conter spyware, malware, estranhos mal-intencionados que podem induzi-lo a compartilhar informações confidenciais. Praticar a segurança online é a única maneira de evitar esses riscos. Abaixo estão algumas dicas de segurança voltada para jogos:

  • Instale um firewall.
  • Jogue sempre no site oficial.
  • Não utiliza games piratas.

4 – TENHA UMA ROTINA DE BACKUP

Não importa o quão seguro seus dispositivos possam ser, os hackers podem ter novas maneiras de quebrar a segurança do seu computador ou smartphone e invadi-lo.

Portanto, você precisa estar preparado para uma restauração rápida dos seus dados fazendo backups regulares dos seus arquivos. É aconselhável manter seu backup separado fisicamente do armazenamento principal. 

Por exemplo, um pen drive ou HD externo com seus dados devem estar guardados em localização diferente de onde fica o seu dispositivo. Backup remoto, como armazenamento em nuvem, também é uma boa opção. Você deve criar vários backups de dados para maior segurança.

5 – USE UM BOM ANTI-VIRUS

Antivírus é um software usado para prevenir, detectar e remover vírus de computador. Um vírus de computador é um programa que se infiltra em seus arquivos e se espalha por outros dispositivos via rede interna da empresa ou pela Internet.

Quando o código é inserido com sucesso, os arquivos afetados são infectados com o vírus. Os vírus mais comuns incluem cavalos de Tróia, malwares e worms de computador, etc. Além de danificar os arquivos, os ransomwares criptografam e solicitam o pagamento de um resgate em bitcoins para que o hacker libere a chave criptográfica.

Além disso, você deve pensar em instalar um firewall em seu computador. Assim que um ataque é direcionado ao seu computador, uma notificação é enviada a você. O firewall impedirá qualquer entrada de fora para dentro do seu computador.

6 – PROTEJA SEU SITE CONTRA INVASÕES

Deve haver um firewall do lado do provedor de hospedagem, além de opções para adicionar um CDN e SSL. Planos de hospedagem que não exigem que você compartilhe o ambiente do servidor com outros sites são recomendados. Instale um certificado SSL pago ou gratuito no seu site para torná-lo mais seguro.

Você também pode autenticar um servidor SSH com o uso de um par de chaves SSH, que têm mais bits em comparação com uma senha. Essas chaves não podem ser quebradas na maioria dos computadores modernos. A criptografia RSA de 2048 bits é igual a uma senha com 617 dígitos. Este par de chaves inclui uma chave privada e uma chave pública.

7 – SEJA INTELIGENTE AO USAR O WHATSAPP

Se você optou por usar um programa de mensagens instantâneas para comunicação, faça-o com muito cuidado para evitar o compartilhamento de detalhes pessoais online. Para proteção, você pode usar um apelido em vez do seu nome real. Isso garante que seu nome fique oculto durante as conversas usando o app. Não permita que estranhos entrem em seus grupos de WhatsApp. No trabalho, seja cauteloso ao usar as mensagens instantâneas, pois seu chefe tem o direito de ler suas mensagens.

8 – UTILIZE UM APICATIVO DE VPN

Uma VPN cria uma conexão segura entre você e a Internet. Quando você usa a Internet por meio de uma VPN, todo o tráfego de dados é enviado por meio de um túnel virtual criptografado. VPN é indicada ao enviar e-mails importantes. O e-mail também é uma ferramenta para fazer negócios, e mesmo que você tenha um software de segurança em seu computador, a pessoa que irá receber o e-mail pode não ter.

9 – CRIE SENHAS SEGURAS

Claro que é fácil de lembrar, mas não use sua data de nascimento como senha ou o nome do seu animal de estimação. Esta é a primeira coisa que você pode fazer para se proteger online: crie senhas exclusivas e altere-as rotineiramente. Ter que criar novas senhas para vários sites pode ser um verdadeiro aborrecimento, mas não precisa ser. 

Faça sua senha com pelo menos oito caracteres e use uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos.
Tecnicamente, você ainda pode usar o nome do seu animal de estimação, seus números da sorte ou a rua em que você cresceu, mas o que seria realmente eficaz seria fazer com que sua senha fosse uma mistura de todas essas coisas. 

10 – NUNCA FORNEÇA MAIS INFORMAÇÕES DO QUE O NECESSÁRIO 

A maioria dos sites que você acessa ou faz compras pede uma enxurrada de detalhes pessoais. Forneça apenas o que é essencial para fazer a transação, como seu endereço e informações de cartão de crédito. Se você fizer compras online, use um sistema de pagamento online como o PayPal, em vez de fornecer o número do seu cartão de crédito em vários sites. 

Uma boa regra é fornecer apenas as informações mínimas absolutas (campos marcados com um *) e pular qualquer um dos campos opcionais. Proteja cada um dos seus dispositivos: seu smartphone, seu tablet e seu computador. Se você não deixaria sua casa destrancada, também não deveria deixar seus dispositivos sem proteção. 

O incômodo de ter que desbloquear seu dispositivo com um método de verificação (por exemplo, digitar uma senha, digitalizar sua impressão digital, fazer um padrão com o dedo, etc.) cada vez que você quiser usá-lo supera em muito o custo de ter suas informações pessoais, como fotos e informações de cartão de crédito, nas mãos erradas.

11 – RECONHEÇA OS GOLPES DE PHISHING

Desenvolva um olhar cético para reconhecer os golpes de phishing. Esses golpes se fazem passar por organizações legítimas para enganar as pessoas e fazer com que forneçam suas informações pessoais. Sua melhor defesa é suspeitar de qualquer e-mail que peça para você inserir ou verificar suas informações pessoais. Se você não tiver certeza, saia do seu e-mail e faça login na sua conta diretamente no site da empresa. Ou pegue o telefone e ligue diretamente para a empresa. E lembre-se: nunca clique em um link em um e-mail suspeito.

12 – SAIBA O QUE FAZER SE VOCÊ SE TORNAR UMA VÍTIMA DE PHISHING

Se você acredita que foi vítima de um crime cibernético, deve alertar a polícia local e, em alguns casos, a Polícia Federal. Isso é importante mesmo que o crime pareça pequeno. Seu relatório pode ajudar as autoridades em suas investigações, ou pode ajudar a impedir que criminosos se aproveitem de outras pessoas no futuro. Se você acha que os cibercriminosos roubaram sua identidade. Essas são algumas das etapas que você deve considerar.

  • Avise o banco e administradoras de cartão de crédito afetadas.
  • Avise órgãos de proteção ao crédito sobre o roubo de documentos.
  • Faça um boletim de ocorrência.

Se você sofrer um ataque cibernético e perdeu acesso aos seus dados em dispositivos como Servidor RAIDMáquina Virtual, HD ou SSD, consulte a E-RECOVERY. Em muitas situações, poderemos ajudá-lo a recuperar seus arquivos perdidos!

Rolar para cima