fbpx

Como um vírus se espalha de um computador para outro?

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Um vírus de computador é uma forma de software malicioso que se infiltra em aplicativos legítimos para se espalhar e se reproduzir. Como outros tipos de malware, um vírus é implantado por invasores para danificar ou assumir o controle de um computador. 

Seu nome vem do método pelo qual infecta seus alvos. Um vírus biológico como o HIV ou a gripe não pode se reproduzir por conta própria. Ele precisa sequestrar uma célula para fazer esse trabalho por ela, causando estragos no organismo infectado no processo. Da mesma forma, um vírus de computador não é um programa autônomo. É um trecho de código que se insere em algum outro aplicativo. Quando esse aplicativo é executado, ele executa o código do vírus, com resultados que variam de irritantes a desastrosos.

Normalmente, as pessoas entendem que um vírus e um malware são a mesma coisa. Mas, estritamente falando, um vírus é um tipo específico de malware que se encaixa na definição acima. Os dois outros tipos principais são cavalos de Tróia , que se disfarçam de aplicativos inofensivos para induzir os usuários a executá-los, e worms , que podem se reproduzir e se espalhar independentemente de qualquer outro aplicativo. A característica distintiva de um vírus é que ele precisa infectar outros programas para funcionar.

O QUE OS VÍRUS DE COMPUTADOR FAZEM?

Imagine que um aplicativo em seu computador foi infectado por um vírus. Como o vírus faz seu trabalho sujo? O aplicativo infectado é executado (geralmente a pedido do usuário), e o código do vírus é carregado na memória do computador antes que qualquer código legítimo seja executado.

Nesse ponto, o vírus se propaga infectando outros aplicativos no computador, inserindo seu código malicioso sempre que possível. Um vírus residente faz isso com os programas quando eles são abertos, enquanto um vírus não residente pode infectar arquivos executáveis mesmo se eles não estiverem em execução. 

Os vírus do setor de inicialização usam uma técnica particularmente perigosa neste estágio. Eles colocam seu código no setor de inicialização do HD do computador, garantindo que ele seja executado antes mesmo de o sistema operacional carregar totalmente, impossibilitando a execução do computador de forma “limpa”.

Uma vez que o vírus tenha se infiltrado em seu computador, ele pode começar a executar seu trabalho sujo para o qual seus criadores o criaram. Isso pode incluir todos os tipos de coisas desagradáveis: os vírus podem escanear o HD do seu computador em busca de dados, registrar as teclas digitadas para roubar senhas, transformar seu computador em um zumbi que lança um ataque DDoS contra os inimigos do hacker, ou até mesmo criptografar seus dados e solicitar um resgate em bitcoins para restaurar o acesso aos arquivos.

Hoje, os vírus se espalham pela Internet. Na maioria dos casos, os aplicativos que foram infectados são transferidos de um computador para outro, como qualquer outro aplicativo. Como muitos vírus incluem uma bomba lógica, sendo executado apenas em um momento específico ou sob certas condições, os usuários não saber que seus aplicativos estão infectados e irão transferi-los ou instalá-los impunemente. 

Os aplicativos infectados podem ser enviados por e-mail inadvertidamente ou deliberadamente. Alguns vírus na verdade sequestram o software de e-mail de um computador para enviar cópias de si mesmos por e-mail. Eles também podem ser baixados de um site suspeito ou loja de aplicativos comprometida.

Uma pergunta que muitos se fazem é se podem pegar um vírus ao abrir um e-mail. A resposta é que quase certamente não. Para o vírus agir, você deve baixar e executar um anexo que foi infectado com um código de vírus. É por isso que a maioria dos profissionais de segurança insiste tanto que você tenha muito cuidado ao executar anexos de e-mail, e por que a maioria dos serviços de e-mail  fazem a verificação de vírus por padrão toda vez que uma mensagem é recebida.

Uma maneira particularmente sorrateira de um vírus infectar um computador é se o código infectado for executado como JavaScript dentro de um navegador da web, e conseguir explorar brechas de segurança para infectar programas instalados em seu computador. Alguns clientes de e-mail executam códigos HTML e JavaScript embutidos em mensagens de e-mail, portanto, estritamente falando, a abertura dessas mensagens pode infectar seu computador com um vírus . Mas a maioria dos clientes de e-mail e serviços de webmail têm recursos de segurança integrados que evitam que isso aconteça.

COMO SE PEGA UM VÍRUS DE COMPUTADOR?

Os vírus de computador podem se espalhar em diferentes formas, como imagens, programas, arquivo executáveis, documentos do Word e outros tipos de arquivo. Estas são as maneiras mais comuns de como um vírus de computador se espalha em seu computador:

  1. Downloads de software grátis
  2. Baixar anexos de e-mail suspeitos
  3. Clique em emails de phishing
  4. Uso de pen drives e HDs externos
  5. Clique em anúncios online
  6. Programas contaminados
  7. Visitando um site infectado
  8. Copiando dados do computador infectado
  9. E-mail não solicitado
  10. Links de golpes de mídia social
  • DOWNLOAD DE SOFTWARE GRÁTIS – Quando você baixar um software infectados com um vírus da Internet, existe uma chance de que o seu computador também esteja infectado com o vírus. Antes de baixar software ou arquivos da Internet, certifique-se de que o site de download está protegido por SSL (Secure Socket Layer) e que seu computador possui um software antivírus.
  • BAIXAR ANEXOS DE E-MAIL SUSPEITOS – Se você receber um e-mail suspeito com um arquivo anexo de origem desconhecida, o arquivo anexado pode conter vírus ou scripts maliciosos. Nesse caso, se você baixar e abrir o arquivo anexo, o vírus será executado e infectará o seu computador. Você nunca deve baixar e abrir anexos de e-mail ou documentos suspeitos para se proteger de vírus de computador.
  • CLIQUE EM E-MAIL DE PHISHING – Às vezes, você receberá e-mails promocionais (phishing ) em sua caixa de entrada de fonte desconhecida. Esses e-mails podem incluir anexos ou URLs que contêm vírus ou arquivos maliciosos. Se você clicar nesse URL ou abrir o anexo de e-mail, seu computador será infectado com o vírus ou malware que irão acessar o seu computador. O e-mail de phishing é um golpe de e-mail que envolve e-mail fraudulento para hackear suas informações confidenciais, como senhas, números de cartão de crédito, dados de contas, endereços e muito mais. Os e-mails de phishing podem aparecer para você como e-mails válidos do seu escritório ou compras online de empresas conhecidas. Para se prevenir contra esse tipo de golpe, nunca abra nenhum arquivo de anexo de e-mail suspeito, não responda a e-mails de phishing e nunca clique em links de e-mail maliciosos.
  • USO DE DISPOSITIVOS REMOVÍVEIS – Um vírus pode entrar em seu computador através de dispositivos externos, como pen drives ou HDs externos. Por exemplo, se você conectar um pen drive contaminado ao computador, você pode ser infectado por malware ou vírus. Para se proteger, você deve instalar um software antivírus que fará a varredura dos dispositivos externos para detectar vírus e removê-los.
  • CLIQUE EM ANÚNCIOS ONLINE – Se você clicar em um anúncio suspeito, ele pode infectar seu computador por vírus, pois eles podem conter código malicioso. Os ciberataques inserem códigos maliciosos em anúncios veiculados em sites confiáveis para não despertar suspeitas. É altamente recomendável que você nunca clique em anúncios online. Ou, se o fizer, passe o mouse sobre o anúncio para ver para onde a URL está redirecionando você.
  • CLIQUE EM ARQUIVO MALICIOSO – O software malicioso é perigoso para o seu computador. Se você clicar em um arquivo executável malicioso, o malware se espalhará no seu computador. A forma mais comum de software malicioso são vírus, worms, cavalos de tróia, spyware, adware ou rootkits embutidos em softwares comerciais pirateados.
  • ACESSANDO SITE INFECTADOS – Se você visitar um site infectado por vírus e clicar nos links existentes, ou baixar qualquer documento, seu computador pode ser infectado pelo vírus. Às vezes, você pode visitar diferentes tipos de site, como sites para adultos, jogos, entretenimento e namoro, que instalarão automaticamente adware e malware em seu computador.
  • COPIANDO ARQUIVOS DE UM COMPUTADOR INFECTADO – Copiar dados de PCs ou dispositivos externos infectados é a forma mais comum de espalhar vírus no computador. É uma forma muito comum de um vírus se espalhar em seu sistema. Às vezes, você precisa copiar dados de outro computador ou dispositivos externos. Nesse caso, se os dispositivos externos estiverem infectados por vírus, seu computador também será infectado. Para se proteger de vírus, você deve usar softwared antivírus profissionalis como Norton, Bitdefender, Kaspersky, Panda, ESET, Avast , AVG  e fazer a varredura dos dispositivos antes de copiar qualquer arquivo. 
  • E-MAIL NÃO SOLICITADO – Um e-mail não solicitado pode conter script malicioso para espalhar vírus em seu computador. Se você abrí-lo seu computador será infectado por vírus. Este tipo de e-mail pode conter um link que ao ser clicado, redirecionará você para um site contaminado por vírus para hackear suas informações confidenciais. Para se proteger, não abra anexos de e-mail não solicitados e nunca clique no link da URL.
  • LINKS PARA GOLPES DE MÍDIA SÓCIAL – Existem sites de redes sociais populares como Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter, Snapchat e YouTube . Esses sites podem espalhar vírus em seu computador. Suponha que alguém compartilhou uma imagem ou vídeo ou um link que contém código malicioso ou vírus. Nesse caso, se você clicar nesse link, seu computador será infectado por vírus ou malware. Não clique em conteúdo compartilhado que foi compartilhado por pessoas desconhecidas.

Agora que você sabe como os vírus de computador se espalham, aqui estão algumas dicas importantes sobre como proteger o ataque de vírus de computador.

  1. Use um excelente antivírus.
  2. Certifique-se de que o antivírus está atualizado.
  3. Verifique regularmente o seu computador com o antivirus.
  4. Mantenha seu navegador atualizado.
  5. Mantenha seus softwares atualizado.
  6. Não clique em links de e-mail suspeitos.
  7. Mantenha o Windows sempre atualizado.
  8. Nunca baixe software de sites não confiáveis.
  9. Não navegue em sites não confiáveis.
  10. Faça backup regularmente de seus arquivos importantes.
  11. Não baixe anexos de e-mail suspeitos.

O software antivírus é imprescindível para proteger o seu computador contra malwares. Eles fornecem não apenas a detecção de malwares baseada em assinatura que você espera de um antivírus, mas também de anti-spyware, firewall pessoal, controle de aplicativos e outros tipos de prevenção para evitar a ação de vírus.

Discutimos como o vírus de computador se espalha e também fornecemos algumas dicas importantes para se proteger contra vírus de computador. Se seguir todas as dicas acima, você se protegerá de ataques de vírus de computador. Esperamos que este artigo seja útil para você!

Se você foi atacado por um malware e não conseguir recuperar seus arquivos, entre em contato com um especialista em recuperação de dados. Se for possível, eles podem ajudá-lo a obter acesso aos seus dados perdidos. Se você precisa recuperar dados perdidos por ransomware ou outros tipos de malware, conte sempre com a ajuda E-Recovery.

Rolar para cima