HD, SSD, RAID, VM, Cartão, Pen Drive

Podemos recuperar seus dados perdidos!

10x mais depoimentos de clientes satisfeitos. Se for possível, nós recuperamos!

Empresa de Recuperação de Dados

A E-Recovery é a nº 1 quando você precisa RECUPERAR DADOS de quase topo tipo de dispositivo, sempre com a melhor tecnologia e resultados!

Somos um dos mais avançados laboratórios de recuperação de dados do Brasil, com experiência de 15 anos na área e com mais de 7000 clientes atendidos.

O diagnóstico do seu dispositivo pode ser feito de duas maneiras. Gratuita em 24 horas úteis, ou tarifada em apenas algumas horas.

Nossos PREÇOS SÃO FIXOS e o valor somente será cobrado se os arquivos forem efetivamente recuperados

Estamos localizados na cidade de São Paulo/SP e atendemos todo Brasil via Sedex. Entre em contato com nossa central de atendimento por telefone, e-mail, WhatsApp ou chat agora mesmo!

NOSSOS CLIENTES

DIFERENCIAIS

Diagnóstico sem compromisso

Oferemos avaliação sem custos em apenas 24 horas úteis para todos os casos recebidos.

diagnóstico emergencial

Para urgências, disponibilizamos a avaliação em apenas algumas horas (com custos).

Sem dados, sem custos

Pague somente se recuperarmos seus dados. Preço fixo e sem taxas ocultas.

experiência e know-how

15 anos no mercado e mais de 7000 clientes  satisfeitos atendidos.

Melhor tecnologia

Ferramentas modernas e atualização constante para um melhor resultado.

Equipe multinacional

Para casos complexos, parceria internacional com especialistas.

DISPOSITIVOS SUPORTADOS

Seg-Sex: 09.00 – 18.00 h

Av Prof Noé de Azevedo 208 cj 65,  Metrô Vila Mariana – São Paulo/SP 

contato@e-recovery.com.br

11-5084-7374 HC
11-99397-5583 24h

FAQ - PERGUNTAS FREQUENTES

Qual o preço para recuperação de dados de HD?

O valor para recuperação de dados de HD dependerá da complexidade do serviço. Fatores que podem aumentar o preço do serviço: HD que já foi aberto, dados sobrescritos, etc. Solicite orçamento gratuito preenchendo o nosso formulário online.

Em quais casos a recuperação de dados não é possível?

Existem alguns casos que impossibilitam a recuperação de dados, tais como mídia riscada ou dados sobrescritos.

Vocês recuperam dados de que tipos de dispositivos?

Podemos recuperar dados da maioria dos dispositivos de armazenamento existentes: HD, SSD, Pen Drive, Cartão de Memória, RAID, Máquina Virtual, CD, DVD, Disquete, Zip Drive, etc.

Como faço para escolher uma boa empresa de recuperação de dados?

Fatores como indicação de conhecidos, experiência comprovada, depoimentos de clientes atendidos e localização são importantes na hora de escolher quem irá recuperar seus dados.

É simples e fácil

vamos recuperar seus dados?

Saiba mais sobre Recuperação de Dados

1 – POR QUE ESCOLHER A E-RECOVERY?

A E-Recovery está localizada ao lado do metrô Vila Mariana, com acesso fácil de qualquer lugar da cidade por transporte público ou automóvel.

Se você mora em outra cidade ou estado e preferir trazer pessoalmente o seu dispositivo, estamos localizado a menos de 5 km do aeroporto de Congonhas, com várias hotéis nas redondezas.

Com um time de especialistas preparados para qualquer desafio e sempre utilizando a mais alta tecnologia, a maioria das recuperações pode ser feita em prazos muitos curtos.

Na grande maioria dos casos, o valor do serviço somente será cobrado se conseguirmos recuperar seus dados. Sem dados, sem custos.  Se você ainda tiver qualquer dúvida, entre em contato com nossa central de atendimento!

2 – HD DANIFICADO

Se o HD está fazendo ruídos e não reconhece mais, provavelmente a cabeça de leitura foi danificada. Nestes casos, de nada adiantará abrir o HD para “destravar” a cabeça, conforme mostram muitos falsos tutoriais encontrados na Internet. 

É preciso trocar as cabeças de leitura por um modelo compatível. Empresas conceituadas podem possuir milhares de discos doadores. Todo este procedimento é feito em sala limpa para não contaminar a mídia magnética.

Muitas vezes, um disco externo poderá sofrer uma queda acidental. Se o dano não for grave a ponto de danificar o mecanismo, ele poderá danificar (riscar) a mídia magnética, com o aparecimento de “bad blocks”. 

Bad blocks também podem aparecer por envelhecimento da mídia, fazendo que o HD apareça em modo RAW ou fique muito lento e instável. O drive ainda será reconhecido, você poderá visualizar os arquivos mas não poderá copiá-los. 

Um HD com bad blocks pode ser facilmente recuperado usando-se equipamentos especiais chamados “imagers”. Este tipo de hardware dedicado irá clonar todos os setores possíveis, coisa que é impossível de ser feito apenas por softwares.

3- HD / SSD FORMATADO, DADOS DELETADOS

Ao excluir acidentalmente arquivos de um disco, normalmente os dados podem ser recuperados. Mesmo que você não consiga enxergá-los, eles ainda estão lá. Quanto mais rápido você agir, mais chances você terá de recuperá-los.

Se seus arquivos estavam gravados em um SSD, o cenário não é muito bom. Eles funcionam de maneira diferente dos discos rígidos para limpar as células não utilizadas, tornando impossível a sua recuperação.

Notebooks tem uma função chamada Restauração de Sistema, onde o Windows é restaurado para o modo de fábrica. A recuperação ainda poderá ser possível, mas provavelmente será apenas parcial por causa dos dados sobrescritos.

Ferramentas avançadas podem fazer uma varredura em baixo nível no HD, em busca dos cabeçalhos dos vários tipos de arquivo. Este tipo de recuperação é chamado de modo RAW, e os arquivos perderão seus nomes originais.

4 – MITOS E FATOS sobre RECUPERAÇÃO DE DADOS

  1.  CONGELAR O HD PARA RECUPERAR DADOS – Se você congelar a unidade, o metal dentro dela se contrai, liberando o cabeçote. Na prática, isso raramente funciona. Um congelador doméstico é um ambiente muito úmido para colocar qualquer peça eletrônica. Água e eletrônica não se misturam, razão pela qual essa técnica raramente funciona.
  2. DAR UM TAPA NO HD – Se o prato ou as cabeças estiverem presas, um tapa leve teoricamente poderia liberá-las. No entanto, é muito fácil atingi-lo com muita força e arranhar os pratos, ou danificar a cabeça de leitura. Bater no disco rígido é a pior coisa que você pode fazer depois de colocá-lo no freezer. 
  3. TROCAR OS PRATOS DO HD –  Você precisaria ter acesso à um laboratório com sala limpa, além do mesmo modelo do HD para este procedimento. São necessários técnicos verdadeiramente especializados para remover com segurança os pratos ou cabeças de um disco rígido sem danificá-lo. Não é algo que uma pessoa comum possa fazer.
  4. A GARANTIA DO HD COBRE TAMBÉM A PERDA DE DADOS – O hardware em si é coberto por garantias padrão, mas os dados não são. Então, sim, você pode devolver o HD para a loja ou o fabricante para reparo ou substituição. Mas não espere que ele contenha quaisquer dados quando retornar em suas mãos.
  5. DADOS DELETADOS SÃO PERDIDOS PARA SEMPRE – Quando você formata um HD ou apaga alguns arquivos, o cabeçalho é removido, mas não os dados em si. Somente quando você sobrescreve arquivos, os dados realmente desaparecem. Então, se você acidentalmente formatar um disco rígido, os dados ainda podem estar presentes. 
  6. POSSO RECUPERAR OS DADOS POR CONTRA PRÓPRIA – Se você tem conhecimentos de informática, é perfeitamente possível fazê-lo sozinho. No entanto, às vezes é apenas melhor pagar um profissional para fazer isso por você. No final, tudo se resume a uma pergunta simples. Quanto seus dados valem para você?
  7. TROCAR A PLACA LÓGICA PARA RECUPERAR DADOS – Esta é uma meia-verdade, pois antigos discos IDE abaixo de 40 GB realmente poderiam ter seus dados recuperados, apenas com a substituição da placa lógica por um modelo igual. Entretanto, nos modernos hard disks isto não funciona mais. 
  8. O MENOR ORÇAMENTO É A MELHOR ESCOLHA – Quando o preço for muito baixo em relação à concorrência, desconfie. Muitas vezes o cliente descobrirá que a empresa com que estáo lidando tem pouca ou nenhuma experiência em recuperação de dados. A cotação poderá conter taxas ocultas ou apenas recuperam parte dos dados. 
  9. O MEU HD É ETERNO – Os discos rígidos são propensos a falhas à medida que forem envelhecendo. A vida útil média do disco rígido é de 2-3 anos para HDs de uso geral. Os discos corporativos tem uma durabilidade maior, de até 5 anos em média. Entretanto, o seu disco rígido pode ficar corrompido ou ser danificado a qualquer momento.

5- PREÇO DE RECUPERAÇÃO DE DADOS

Uma boa empresa de recuperação de dados investe somas consideráveis na aquisição de equipamentos dedicados para esta função, que podem custar mais do que o preço de um automóvel zero quilômetro.

Além do custo de aquisição, uma empresa de recuperação de dados paga anualmente uma taxa para manter este tipo de hardware dedicado sempre atualizado.

A recuperação de dados não é uma matéria que se aprende lendo livros, assistindo vídeos do Youtube ou frequentando um curso rápido de uma semana.

Na realidade, bons técnicos de recuperação de dados precisam de anos de prática para aprender todos os intricados detalhes deste trabalho. Somente com este know-how é possível executar o serviço com maestria.

É necessário também manter um grande estoque de milhares de peças sobressalentes de HDs doadores quando há necessidade de reparar um disco defeituoso.

Até mesmo os computadores utilizados para recuperação de dados não são comuns. Muitos deles precisam ser montados sob medida para que possam ser funcionais.

Além disto, há os custos fixos como aluguel, salários, marketing, entre outras despesas comuns à qualquer empresa. Você já viu por que não é possível recuperar 300 reais para um HD danificado, não? 

Para saber o custo de recuperação de dados do seu dispositivo, primeiro será necessário fazer uma avaliação técnica dele. Somente após este diagnóstico, será possível informar o preço do serviço.

Desconfie de empresas que passam um preço fixo sem analisar o dispositivo. Após fazer a avaliação, a empresa informará o valor exato do serviço, o prazo estimado e a probabilidade de sucesso em casos semelhantes. Normalmente, esta avaliação é gratuita.

Pode ser cobrado uma taxa fixa a título de avaliação emergencial, quando o seu caso for urgente e você precisar de um diagnóstico em poucas horas.

O serviço executado no sistema emergencial também será mais alto, pois a empresa trabalhará 24 horas por dia, 7 dias por semana, até a finalização do trabalho.

A maioria das empresas não cobrará nenhum valor ou taxa se a recuperação for negativa. Sim, em muitos casos a recuperação não será possível. Entretanto, a taxa de diagnóstico emergencial será tarifada.

Muitos fatores podem dificultar e aumentar o valor do serviço, tais como:

  • Abrir o HD para “destravar a agulha”, seguindo vídeos encontrados no Youtube.
  • Tentativa de recuperação com gravação dos dados recuperados no próprio disco.
  • Soldar ou manusear componentes eletrônicos da placa lógica do HD.
  • Reinicialização de discos em um array RAID.

Como você pode ver, uma empresa séria e capacitada investiu uma soma considerável em equipamentos, gastou milhares de horas em aprendizado antes de poder recuperar seus dados.

Consulte várias empresas para saber a média de valores cobrada. Nem sempre o menor preço será a sua melhor escolha. Preços muitos baratos podem indicar que a empresa não possui a qualificação necessária.

Verifique o histórico de atendimentos da empresa na forma de depoimentos ou indicação de clientes que já foram atendidos por ela. Se esta empresa possui um preço razoável, por que arriscar perder seus dados?

A E-RECOVERY pode informar antecipadametne o valor estimado (valor mínimo e máximo) para recuperar dados de casos semelhantes ao seu. Entretanto, o valor final dependerá de avaliação a ser feita no nosso laboratório.

Consulte-nos se para saber aproximadamente  quanto custará a recuperação de dados do seu dispositivo!

6 – Como escolher uma empresa de recuperação de dados?

Escolher uma empresa séria de recuperação de dados pode não ser uma tarefa simples. Aqui passaremos algumas dicas de como não cair em cilada, compartilhando algumas dicas simples e óbvias para ajudar você a escolher uma boa empresa de recuperação de dados.

INDICAÇÃO: Pergunte aos seus colegas, amigos e parentes se já precisaram deste tipo de serviço. Uma pessoa conhecida normalmente lhe dará informações mais confiáveis e realistas, caso já tenha passado por este tipo de apuros no passado. Tenha certeza que se alguém foi mal-atendido num lugar, ela irá frisar muito bem este ponto!

LOCALIZAÇÃO: Não escolha uma empresa somente porque ela está próxima. Com o Google Maps é muito fácil você checar como é o local onde uma empresa está localizada. O endereço que consta no site é de um prédio ou casa num bairro periférico? 

Ou está localizada em um moderno prédio comercial localizado no meio de um bairro com bastante empresas? Muitas vezes é melhor enviar o seu dispositivo via Sedex para outra cidade. Grandes cidades normalmente possuem várias empresas de recuperação de dados competentes.

PREÇO: O valor não deve ser um critério decisivo na escolha de serviços complexos como é a recuperação de dados. Como referencial, espere pagar em torno de 800 até 2500 reais para recuperação de dados de HD. Estes valores podem ser maiores se o disco já foi violado (aberto). Se um indivíduo ou empresa cobrarem valores menores, desconfie. Provavelmente eles não terão a experiência, os equipamentos e o ambiente necessários para um serviço de qualidade.

TAXA DE DESMONTAGEM E MONTAGEM: Já recebemos vários casos de clientes que trouxeram apenas os pratos de um HD (sem a carcaça com etiqueta, placa lógica, circuito de leitura e motor) acondicionados em uma embalagem plástica à vácuo para avaliação. 

Infelizmente, não tem como recuperar os dados nestes casos, pois é necessário o conjunto completo. Algumas empresas costumam cobrar uma taxa para abrir e fechar o HD, mesmo quando não há necessidade deste tipo de procedimento para sua avaliação técnica. Caso o cliente se recuse a pagar, eles entregam apenas os discos. Dê preferência às empresas que não cobram este tipo de taxa.

ORÇAMENTO GRATUITO: Cada empresa tem uma política própria para diagnosticar um problema de perda de dados e como ele é cobrado. Pessoalmente, achamos que é mais honesto não cobrar pelo diagnóstico. Muitas vezes um HD claramente não tem boas perspectivas de sucesso na recuperação de dados. 

Mesmo assim uma empresa pode cobrar 200, 300 ou 500 reais apenar para fazer uma rápida avaliação e chegar à conclusão que os dados não são recuperáveis. Empresas que oferecem orçamento gratuito e sem compromisso normalmente o fazem com prazo de 1 à 3 dias corridos. 

Se você tiver urgência, mesmo estas companhias podem ter uma opção paga para fazer a avaliação num prazo menor (3 horas em média). Mas aí é uma opção sua pagar ou não pela urgência.

SERVIÇO COM VALOR FIXO: Algumas empresas cobram um preço fixo, digamos R$ 450,00, para tentar recuperar o que “for possível” com procedimentos simplificados. Se não for possível, elas podem oferecer uma opção mais dispendiosa com procedimentos mais complexos. Outras companhias podem, de acordo com a evolução do serviço, solicitar custos adicionais caso se deparem com outros problemas. Todos os problemas já existentes e também os potenciais devem ser checados na avaliação inicial. Uma empresa competente orçará o serviço pensando em todos os pormenores, e sempre com um valor fixo.

ABERTURA DO HD NA FRENTE DO CLIENTE: Se você entende o mínimo de recuperação de dados, já deve saber que o procedimento de abertura de um disco rígido somente pode ser efetuada em uma sala limpa. Já ouvimos relatos de clientes de empresas ou técnicos que abriram o dispositivo na frente deles para mostrar que a cabeça de leitura não está se movimentando! Jamais autorize este tipo de procedimento, pois isto pode inviabilizar a recuperação dos dados.

MERCADO LIVRE/OLX: Se você pretende comprar ou vender algum equipamento ou móvel, estes sites podem ser locais excelentes para fechar um bom negócio. Mas contratar um serviço de recuperação de dados com custos irrisórios com certeza não é uma boa opção. Provavelmente são adolescentes munidos de algum software pirata, que oferecem seus “serviços” amadores.

ATENDIMENTO TELEFÔNICO: Ligue ou envie uma mensagem de e-mail ou Whatsapp explicando o seu problema. Veja se a resposta recebida é detalhada e profissional ou é vaga e amadora.

DEPOIMENTOS: Verifique no site se a empresa tem boas recomendações de clientes já atendidos. Depoimentos com dados do cliente ou da empresa são mais confiáveis. Leia atentamente os casos atendidos e veja se algum deles é parecido com o seu.

LOGOS DE EMPRESAS FAMOSAS: Somente é possível publicar o logo de empresas atendidas mediante autorização escrita. Desconfie de empresas com poucos depoimentos reais e dezenas ou centenas de logos de empresas famosas como BANCOS, ÓRGÃOS PÚBLICOS e MULTINACIONAIS que supostamente já foram atendidas. Pense comigo, você confiaria num banco que já teve seus dados perdidos? Acredito que bancos jamais permitiriam este tipo de exposição pública.

FALSOS DEPOIMENTOS: Relatos de clientes satisfeitos são uma boa maneira de conhecer melhor uma empresa em qualquer ramo. Entretanto, no setor de recuperação de dados temos reparado uma avalanche de falsos relatos de supostos clientes. Veja, sempre com bom senso, as dezenas ou centenas de depoimentos fake publicados no Google ou Facebook. 

Quem costuma deixar uma opinião no Google costuma sempre fazê-lo regularmente. A pessoa pode deixar um comentário sobre um restaurante, uma academia e assim por diante, são os chamados Local Guide. Agora, se o único relato é de um serviço especializado como Recuperação de Dados é muito estranho, não acha? A mesma coisa pode acontecer no Facebook.

MÚLTIPLOS ENDEREÇOS: Uma boa empresa de recuperação de dados pode ter apenas um laboratório central e ser a melhor em seu ramo. Possuir múltiplos endereços não quer dizer necessariamente que uma determinada empresa é a maior ou melhor. Inúmeros endereços com fotos de prédios modernos e vistosos em áreas nobres podem não ser laboratórios “reais”. Provavelmente são escritórios virtuais, cujos preços começam em R$ 150,00 mensais. Ou seja, por menos e R$ 1.500,00 reais mensais, o incauto cliente poderá ser levado a acreditar que uma empresa seja muito maior do que realmente é. Se você levar o seu dispositivos nestes locais, será atendido por uma secretária que recepcionará o seu dispositivo e o despachará via Correios para a sede da empresa de recuperação de dados. Enquanto isto não ocorre, pense no risco que o seu HD sofre ao ficar em local não protegido, passível de ser roubado se for deixado na recepção destes escritórios virtuais. Normalmente isto pode ser verificado quando no endereço especificado não existe uma “sala” ou “conjunto”. Em vez disso, há um endereço de um andar inteiro, o qual é alugado pela empresa que gerencia os escritórios virtuais. Ex: Av. Estados Unidos, 3333 – 11º andar.

É simples e fácil

vamos recuperar seus dados?

WhatsApp chat