fbpx

10 cuidados que você deve ter com seu cartão de Memória

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

1 – CUIDADO AO EXCLUIR AS FOTOS DA SUA CÂMERA

Se você não gostar de uma foto ou se ela sair desfocada, não há nenhum problema em excluí-la. Mas não tenha pressa, e reserve um tempo tempo para apagar apenas a imagem que deseja deletar. Em muitas câmeras, se você não prestar atenção na tela e for muito rápido, poderá excluir acidentalmente mais de uma imagem.

Se você precisar deletar uma foto com a qual não está satisfeito e se você estiver fotografando algo muito importante, faça isso mais tarde e quando tiver tempo. Ou se você não quiser arriscar, pule a exclusão da imagem em sua câmera e faça-o durante o processo de seleção de imagens em seu computador.

2 – MANTENHA AS BATERIAS DA CÂMERA CARREGADAS

Manter as baterias da câmera carregadas é sempre uma tarefa cansativa. No entanto, muitos de nós levamos as câmeras ao limite até que as baterias se esgotem totalmente. Você pode não saber, mas um cartão de memória pode falhar completamente se isso acontecer. A bateria da câmera pode acabar durante a gravação de um vídeo e, depois que você colocar uma nova bateria, pode ver a temida mensagem de erro. 

Mesmo que você remova o  cartão de memória e coloque em um leitor USB, ele poderá não ser mais reconhecido! A falha durante a gravação pode matar completamente o cartão de memória e você pode não conseguir nem formatá-lo mais. Não é preciso dizer que você perderá todo o trabalho anterior ao fracasso, então não será uma experiência agradável. Então, preste muita atenção ao nível da bateria, e no momento em que a câmera pisca com um sinal de bateria vermelho, eu troque as baterias. Melhor prevenir do que remediar!

3 – EJETE OS CARTÕES DE MEMÓRIA COM SEGURANÇA

Outro erro óbvio a ser evitado é desconectar um cartão de memória durante as operações de leitura ou gravação na câmera. Embora uma operação de leitura possa não causar danos ao cartão, uma operação de gravação interrompida geralmente causa corrupção do cartão de memória. Se você quiser interromper uma longa exposição em uma foto, não remova apenas o cartão de memória ou pior, a bateria da câmera. 

Desligar a câmera deve interromper a longa exposição e concluir as operações de gravação com segurança, que é o que você deseja. Se algo acontecer com sua câmera e ela parecer travar, espere sempre que a luz do cartão de memória se apague antes de decidir fazer algo drástico, como remover as baterias da câmera.

Há casos em que algumas câmeras são incompatíveis com cartões de memória específicos e, como resultado, as operações de gravação podem demorar muito. Alguns fotógrafos não são pacientes o suficiente para esperar que o ícone de gravação suma e se eles retirarem a bateria, geralmente resultará em danos no cartão de memória. Se você tirar uma foto e demorar mais de 5 segundos para a luz da memória apagar, você deve parar de usar esse cartão de memória e substituí-lo por um diferente.

O mesmo vale para desconectar os cartões de memória dos computadores. Você nunca deve apenas remover um cartão enquanto os dados estão sendo lidos ou gravados no cartão de memória. Lembre-se que fazer isso durante as operações de gravação são particularmente ruins. A prática recomendada é ejetar com segurança o cartão de memória por meio do sistema operacional antes de removê-lo, o que pode ser feito facilmente nos sistemas operacionais Windows e Mac.

 

4 – EVITE CARGAS ELETROSTÁTICAS

Se você estiver em um ambiente muito seco e usar roupas que acumulam muita estática, evite tocar nos cartões de memória. Embora o revestimento externo da maioria dos cartões de memória seja feito de plástico, os pinos que se conectam aos dispositivos são feitos de cobre e outros materiais que conduzem eletricidade. 

E como os componentes elétricos podem ser danificados facilmente com uma carga estática, evite tocá-los. Se você souber que pode estar carregando uma carga estática, encontre um pedaço de metal, como uma maçaneta, que possa usar para descarregar a estática acumulada antes de tocar em qualquer dispositivo elétrico, incluindo câmeras e cartões de memória.

5 – SE UM CARTÃO DE MEMÓRIA FALHAR, PARE DE FOTOGRAFAR

As falhas do cartão de memória são bastante aleatórias. Algumas falhas são temporárias, com sua câmera relatando um erro, mas permitindo que você continue fotografando, enquanto outros erros são permanentes quando há danos mais sérios no cartão de memória. Se você vir um erro em sua câmera ao fotografar usando um cartão de memória específico, pare de fotografar. 

A última coisa que você quer é piorar as coisas, adicionando mais imagens ao cartão e, potencialmente, corrompendo ainda mais o cartão. No momento em que você vir um erro, substitua o cartão de memória por outro. Se o erro persistir, pode não estar relacionado ao cartão de memória. Mas se o erro desaparecer, seu cartão pode estar com defeito.

A melhor coisa a se fazer em tais situações é inserir o cartão de memória em um leitor de cartão de memória o mais rápido possível e tentar copiar todos os arquivos. Se os arquivos não estiverem corrompidos e você conseguir copiar todos os arquivos com êxito, será necessário saber se foi uma falha temporária em sua câmera ou não. Assim que a transferência for concluída, execute uma formatação de baixo nível do cartão de memória em seu computador. 

Se a formatação falhar ou você vir erros durante o processo, é hora de enviar o cartão de memória ao fabricante para substituição ou, se você estiver fora do período de garantia, é hora de descartá-lo. Se a formatação de baixo nível for concluída e você não encontrar erros, use-a com segurança novamente, tomando o cuidado de monitorar o cartão e, se ocorrer outro erro, pode ser mais seguro se livrar dele do que continuar a usá-lo.

Se você não conseguir recuperar os arquivos de um cartão de memória com defeito, as chances de conseguir esses arquivos de volta são muito pequenas. Você pode tentar usar um software de recuperação para recuperar os arquivos, mas a recuperação normalmente só funciona em arquivos excluídos e cartões formatados, não em cartões com falha. Se os dados no cartão de memória forem extremamente importantes, você pode entrar em contato com uma empresa de recuperação de dados local e perguntar se eles podem ajudar.

6 – COMPRE UM LEITOR DE CARTÃO DE MEMÓRIA RÁPIDO E CONFIÁVEL

O cartão deve ser de alta qualidade, O leitor de cartão de memória também. Você sabe que recebe pelo que paga. Se você deseja que seus arquivos fiquem protegidos o tempo todo, você precisa economizar algum dinheiro para comprar um bom cartão de memória e um bom leitor. É verdade, o leitor só lê o cartão, mas também pode danificá-lo. 

Dificilmente você conseguirá danificar um cartão de memória por causa de um leitor de cartão de memória ruim, mas pode acontecer. Desde que o leitor de cartão de memória não seja realmente muito ruim, ele geralmente deve funcionar bem. A maioria dos leitores de cartão SD embutidos em laptops tem os mesmos chips OEM que você encontrará em muitos outros leitores de cartão de memória USB. 

Portanto, a tecnologia embutida nos notebooks é muito semelhante à maioria dos leitores de cartão de memória. Os fotógrafos gostam bastante dos leitores de cartão da marca Lexar e da Sony, mas existem alguns outros que também funcionam bem.

7 – FORMATE OS CARTÕES DE MEMÓRIA DA MANEIRA CERTA

Ao usar cartões de memória, é uma boa prática formatar esses cartões de memória na câmera com a qual você vai fotografar. Embora não seja obrigatório formatar os cartões de memória nas câmeras, e você possa fazer isso no seu computador, é mais simples e rápido fazer isso na câmera. 

A outra razão pela qual você pode querer formatar os cartões de memória em sua câmera é porque algumas marcas de câmeras como a Sony criam um pequeno banco de dados / índice de arquivos nos cartões de memória após formatá-los. Então se o seu cartão de memória não contiver esses arquivos, a câmera reclamará que o banco de dados não existe e tentará criar a estrutura de arquivos e o banco de dados antes que o cartão de memória possa ser usado. 

Em vez de passar por esses aborrecimentos, acho melhor apenas formatar todos os cartões de memória que você tem na mesma câmera com a qual está planejando gravar. Dessa forma, basta inserir um novo cartão de memória e você estará pronto para continuar a fotografar.

Você não quer que seu computador faça uma formatação de baixo nível de seus cartões de memória. Na verdade, executar uma formatação de baixo nível, em que o computador irá percorrer cada bloco de memória em seu cartão e preenchê-lo com zeros, é ruim para a saúde geral de seu cartão de memória, especialmente se você fizer isso com frequência, uma vez que essas são operações de gravação e cada célula de memória em seu cartão de memória tem um determinado número de gravações antes de se tornar inutilizável. Além disso, a formatação de baixo nível leva uma eternidade para ser concluída e, se você quiser recuperar arquivos em caso de formatação acidental, nunca poderá fazer isso.

Ao formatar cartões de memória em sua câmera ou realizar uma formatação rápida em seu computador, o processo de formatação simplesmente recria a tabela de índice que armazena onde os arquivos estão fisicamente localizados no cartão de memória, de modo que os arquivos existentes são simplesmente sobrescritos quando uma operação de gravação ocorre. Você não verá esses arquivos em sua câmera ou computador, mas eles ainda estão lá. É por isso que é possível restaurar imagens de um cartão de memória, mesmo que o cartão esteja formatado. 

8 – MANTENHA OS CARTÕES PROTEGIDOR DO SOL DIRETO E DA UMIDADE

Se você deseja prolongar a vida útil de seus cartões de memória, sempre os proteja de condições climáticas extremas. Nunca deixe os cartões de memória expostos ao sol direto. Lembre-se de que os invólucros dos cartões de memória são feitos de plástico que pode derreter facilmente quando exposto ao sol. 

Além disso, ao deixar os cartões de memória sob a luz direta do sol, você pode danificar os componentes eletrônicos dos cartões, o que pode causar falhas. Outro inimigo da eletrônica é a umidade e a água que contém minerais. Embora o H2O puro não seja prejudicial de forma alguma, a água salgada e a água potável com minerais podem causar um curto-circuito, o que certamente fará com que o dispositivo falhe.

Se você acidentalmente deixar cair um cartão de memória na água, sempre certifique-se de secá-lo completamente antes de tentar ler seus dados. Certifique-se de que o cartão não esteja apenas seco por fora, mas também totalmente seco por dentro da capa de plástico.

9 – SEMPRE FAÇA UM BACKUP DO CARTÃO DE MEMÓRIA 

Sempre tente manter um backup de suas fotos e vídeos em pelo menos dois locais diferentes. Se tudo o que você tiver é um notebook, ele se torna o armazenamento primário. E os cartões de memória que você usou se tornam o armazenamento secundário. 

Se você tiver um laptop e um HD externo, esses dois se tornarão primários e secundários, enquanto seus cartões de memória se tornarão o armazenamento terciário. Assim que encher um cartão de memória, coloque-o de volta no seu estojo protetor ao contrário, virado de ponta cabeça. Dessa forma, você saberá exatamente quais cartões de memória foram usados e quais pode usar.

10 – SUBSTITUA OS CARTÕES DE MEMÓRIA REGULARMENTE 

Substitua os cartões de memória a cada poucos anos. Alguns fotógrafos adquirem cartões de memória de grande capacidade, pensando que podem usá-los para sempre. Em qualquer tipo de armazenamento, não se trata de uma questão de “se”, mas de “quando”. Os cartões de memória falham e quanto mais você os usa, maior é a probabilidade de falharem em algum momento. Portanto, é uma boa prática substituir os cartões de memória de vez em quando. Talvez a cada 3-4 anos, talvez mais cedo ou mais tarde, dependendo da frequência com que você fotografa.

Além disso, tenha em mente que os cartões de memória mais recentes provavelmente serão muito mais rápidos e potencialmente ainda mais confiáveis em comparação com os cartões de memória realmente antigos. Apenas certifique-se de verificar suas especificações antes de comprá-los. Você não deseja usar um cartão de memória de geração mais recente, que pode ter problemas de compatibilidade com sua câmera mais antiga ou com o leitor de cartão de memória.

Além disso, se você fotografar com vários slots de cartão de memória no modo de overflow (um cartão de memória fica cheio e a câmera começa a gravar no segundo), tente não excluir imagens usando sua câmera Ao fotografar no modo overflow e excluir imagens, você nunca sabe qual cartão de memória em particular contém quais fotos. A câmera colocará automaticamente as imagens no primeiro cartão que tiver o espaço disponível. As imagens podem se misturar e você pode acabar com sequências de imagens estranhas como resultado.

Aqui você aprendeu algumas dicas de como cuidar bem do seu cartão de memória. Mas independente dos cuidados, o cartão pode ser danificado devido a vários motivos. Portanto, se você não quiser perder seus dados preciosos ou evitar que seu cartão seja corrompido, tente usar as dicas acima quando estiver usando o seu dispositivo.

No caso de todos os dados presentes em seu cartão terem sido excluídos completamente devido a um problema de corrupção, ou ele ficar totalmente inacessível, você pode contar com a ajuda da E-RECOVERY para tentar recuperar suas fotos e vídeos.

Mesmo que seu cartão não seja mais reconhecido pelo computador, em muitos casos podemos recuperar os dados do seu cartão de memória!

Rolar para cima