O que significa REBUILD em um sistema RAID?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Um rebuild no array RAID é o processo de reconstrução de dados que ocorre quando um disco rígido precisa ser substituído. As informações de redundância são gravadas em todos os discos, permitindo que as informações sejam preservadas mesmo se um ou mais discos falharem.

Dependendo do tipo de RAID configurado, uma única falha no disco rígido levará à falha total do RAID. RAID-0, por exemplo, não tem nenhuma tolerância à falhas. Os arranjos do tipo RAID-1, RAID-5, RAID-6, RAID-10, RAID-50 ou RAID-60 podem continuar funcionando no modo degradado, quando um ou mais discos ficarem inacessíveis. 

Uma matriz RAID copia os dados para um novo disco quando a unidade defeituosa é substituída. O sistema pode ter configurado um HD reserva (hot spare). Nestes casos, o próprio equipamento iniciará a reconstrução dos dados imediatamente ao ser detectada a falha em um dos discos, sem precisar de intervenção manual.

Adquira um novo HD com as mesmas configurações dos demais discos (marca, modelo, latência, rotações por minuto, etc). Verifique se o novo disco rígido esteja funcionando perfeitamente antes de efetuar a troca.

Os tempos necessários para a reconstrução do RAID são uma preocupação constante para os administradores de sistemas de armazenamento. Unidades de maior capacidade, ou falhas simultâneas em vários discos, podem resultar em tempos de reconstrução mais longos, que podem levar dias para ser concluído.

É muito comum os usuários tentarem reconstruir a matriz RAID e perderem dados durante o processo. A chance de falha de uma nova unidade durante o processo de reconstrução é muito grande, quando os discos sofrem um stress enorme. A probabilidade de mais falham aumenta quando os discos foram fabricados em datas próximas e serem do mesmo lote.

Antes de iniciar o rebuild, é recomendável clonar todos os discos da matriz RAID para garantir a segurança dos dados. A criação de imagens dos HD’s permitirá que uma empresa de recuperação de dados de RAID faça a reconstrução da matriz, caso haja alguma problema durante o processo de reconstrução.

O cenário pode ser pior se a matriz já estiver trabalhando em modo degradado. Qualquer falha em outro disco, poderá levar à perda imediata dos arquivos do equipamento. É importante monitorar constantemente os estados dos discos durante o processo de reconstrução.

O processo de reconstrução do RAID nem sempre ocorre sem problemas. Algumas reconstruções de RAID podem encontrar erros de leitura irrecuperáveis, quando os HDs estiverem com bad blocks. O processo pode ser interrompido, e não avançar mais, congelando o sistema. 

Neste casos, conte com a E-RECOVERY para restaurar os dados da sua matriz RAID!

Rolar para cima