O que significa recuperação de dados?

Recuperação de dados é o processo de restaurar dados que foram perdidos, acidentalmente excluídos, corrompidos ou se tornaram inacessíveis, devido a danos físicos nos dispositivos de armazenamento ou a danos lógicos ao sistema de arquivos.

Os dados perdidos podem estar armazenados em hard drives (HD), unidades de estado sólido SSD, unidades flash como pen drive e cartão de memória, fitas magnéticas, mídias óticas  (CDs , DVD, Blu-Ray) ou subsistemas RAID (NAS, Servidor, Storage). 

Como os dados podem ser perdidos?

A maioria das perdas de dados é causada por erro humano, em vez de ataques mal-intencionados. Podemos citar por exemplo, esquecimento na manutenção de equipamentos de armazenagem, exclusão acidental de dados, formatação não intencional de um disco rígido, uso continuado de computador após sinais de falha, roubo do laptop ou derramar café ou água em um computador.

Outras causas comuns de perda de dados por motivo físicos incluem falta de energia, desastres naturais, falhas ou mau funcionamento de equipamentos, corrupção de firmware. Mesmo no caso de danos físicos em um HD, pode não haver perda permanente de dados. As técnicas empregadas por muitas empresas de recuperação de dados profissionais normalmente podem salvar a maioria dos dados que foram perdidos quando a falha ocorreu.

Causas físicas para perda de dados

Uma grande variedade de falhas pode causar danos físicos na mídia de armazenamento, que pode resultar de erros humanos ou problemas no próprio equipamento. Os discos rígidos podem sofrer uma série de falhas mecânicas, como colisões na cabeça, falha na placa de circuito impresso ou no motors e também problemas no firmware.

A maioria dos danos físicos não pode ser reparada pelos usuários finais. Por exemplo, abrir um HD em um ambiente normal pode permitir que as micropartículas transportadas pelo ar danifiquem o prato magnético. As cabeças de leitura / gravação flutuam a cerca de 3 a 6 nanômetros acima da superfície do prato, e as partículas de poeira comuns encontradas em um ambiente normal têm tipicamente cerca de 30.000 nanômetros de diâmetro. 

Quando essas partículas de poeira ficam presas entre as cabeças e o prato, elas podem causar novos colapsos na cabeça que danificam ainda mais o disco, comprometendo o processo de recuperação. Além disso, os usuários finais geralmente não possuem o hardware ou o conhecimento técnico necessários para fazer esses reparos. 

Causas lógicas para perda de dados

Danos lógicos referem-se a situações em que o erro não é um problema no hardware e requer soluções em nível de software, como formatação acidental ou dados deletados. Os dados gravados em um HD podem ficar  ilegíveis devido a danos na tabela de partição ou no sistema de arquivos. 

Pode se reparar a MFT ou o sistema de arquivos danificados usando um software de recuperação de dados especializado. Muitos destes tipos de recuperação de dados podem ser executados por pessoas sem conhecimento aprofundado, já que não requer nenhum equipamento físico especial ou acesso a pratos.

Os dados podem ser recuperados usando métodos e ferramentas relativamente simples. Casos mais graves podem exigir a intervenção de especialistas, principalmente quando parte dos arquivos estão corrompidos. Isto pode ocorrer quando o usuário possui somente um computador, e utiliza o próprio HD para instalar o programa de recuperação de dados e grava os dados restaurados no próprio disco.

Como é feita a recuperação de dados?

Um serviço de recuperação de dados profissional será necessário, somente para recuperar arquivos que não foram armazenados em backup. Os dados podem ser excluídos acidentalmente do sistema de arquivos de um computador, mas ainda permanecem no disco rígido em fragmentos. A tabela de alocação é como o índice de um livro, enquanto os arquivos reais no disco rígido são como as páginas do livro.

O arquivo real a ser recuperado ainda pode estar no HD em perfeitas condições. Se o arquivo estiver danificado, ausente ou criptografado, existem outras maneiras de recuperá-lo. Se o arquivo estiver fisicamente danificado, ele ainda poderá ser reconstruído. Alguns utilitários podem ser usados para reconstruir os cabeçalhos de arquivos manualmente, para que pelo menos alguns arquivos possam ser recuperados.

Recuperar dados de hardware fisicamente danificado pode envolver várias técnicas. Alguns danos podem ser reparados pela substituição de peças do HD, mas ainda pode haver danos como bad blocks na mídia magnética. Um procedimento adicional de clonagem do disco através de hardware especializado (imagers) ainda poderá ser necessário para recuperar os dados.

Uma placa de circuito danificada (PCB) não pode ser simplesmente substituída por uma idêntica. Embora isso pudesse funcionar em HDs antigos abaixo de 40 GB, ele não funcionará nas unidades modernas. Isso ocorre porque o firmware é armazenado parcialmente em um chip (EPROM). A outra parte é gravada nos pratos magnéticos e ambas funcionam conjuntamente. O firmware é o software básico que gerencia o funcionamento do HD, trabalhando de modo invisível para o usuário. 

Sistemas de armazenamento empresarial configurados em RAID são mais complexos e obrigatoriamente precisarão da ajuda de uma empresa especializada em recuperação de dados. Neste tipo de equipamento, os dados são fatiados e gravados sequencialmente em vários HDs utilizando um algoritmo proprietário. Sem o conhecimento de como o array RAID é configurado, será impossível reconstruí-lo novament

Recuperação remota de dados

Especialistas em recuperação de dados nem sempre precisam ter acesso físico ao hardware danificado. 

Quando os dados perdidos podem ser recuperados por técnicas de software, eles geralmente podem executar a recuperação usando programas de acesso remoto pela Internet. Como exemplo, citamos problemas como discos formatados, dados deletados ou perda de configuração RAID. No entanto, não é aplicável onde o acesso ao hardware é necessário, como em casos de danos físicos.

A recuperação remota requer uma conexão estável com uma largura de banda adequada. 

Passo-a-passo de uma recuperação de dados de HD

Geralmente, há cinco fases quando se trata de recuperação de dados bem-sucedida, embora isso possa variar dependendo do tipo e nível de gravidade do dispositivo.

  1. REPARAR O HD DEFEITUOSO – O disco rígido é reparado temporariamente para que esteja funcional para a leitura de seus dados. Por exemplo, se as cabeças estão ruins, elas precisam ser trocadas. Se a placa lógica estiver com componentes queimados, ele precisa ser consertado ou substituído. Se o motor estiver com defeito, os pratos e as cabeças devem ser movidos para uma nova unidade.
  2. CLONAR O HD ORIGINAL – Quando uma unidade de disco rígido falha, a prioridade é obter os dados da unidade. Quanto mais tempo uma unidade com problemas for usada, maior a probabilidade de ocorrerem danos adicionais. A criação de um clone binário (imagem DSK ou IMG) do HD defeituoso criará uma cópia de segurança do disco original, sendo seguro executar procedimentos para recuperação sem danificar a fonte.
  3. RECUPERAÇÃO LÓGICA DO SISTEMA DE ARQUIVOS – Após a imagem binária ser criada, tentaremos recuperar os dados perdidos. Se a unidade não monta, por exemplo, pode ser necessário reparar a tabela de partições ou o registro mestre de inicialização (MBR) para ler a estrutura do sistema de arquivos NTFS, EXT, VMFS, exFAT ou HFS+ para recuperar os dados armazenados.
  4. REPARAR ARQUIVOS DANIFICADOS QUE FORAM RECUPERADOS – Quando um HD apresenta setores ruins (bad blocks), os arquivos gravados nestes locais poderão estar corrompidos. Documentos corrompidos do Office como xlsx, docs ou pst podem ser reparados usando técnicas avançadas para reconstrução manual ou automática do documento corrompido.

A E-Recovery pode recuperar seus dados perdidos!

Agora que você sabe o que é uma recuperação de dados e como ela é executada, escolha a empresa certa para recuperar seus dados! A E-Recovery possui mais de 15 anos de experiência comprovada, dezenas de depoimentos reais de clientes satisfeitos e toda uma infra-estrutura preparada para recuperar dados de qualquer tipo de dispositivo. 

Atendemos empresas e pessoas físicas com problemas de perda de dados em dispositivos como:

  • Cartão de Memória
  • Fitas LTO
  • HD
  • NAS
  • Pen Drive
  • Servidor
  • SSD
  • Storage

Oferecemos avaliação com orçamento gratuito do seu dispositivo, mais de 90% de índice de sucesso e a credibilidade construída ao longo do tempo. Entre em contato com a nossa central de atendimento para tirar todas as suas dúvidas!