fbpx

Você sabe o que são Máquinas Virtuais?

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

O QUE É UMA MÁQUINA VIRTUAL?

Uma máquina virtual é um computador virtual dentro de um outro computador físico! Uma máquina virtual, comumente abreviada apenas para VM, não é diferente de qualquer outro computador físico, como um desktop ou laptop. Ele tem uma CPU, memória, discos para armazenar seus arquivos e pode se conectar à Internet se necessário. 

Embora as partes que compõem o seu computador (chamadas de hardware) sejam físicas e tangíveis, as VMs costumam ser vistas como computadores virtuais ou computadores definidos por software dentro de servidores físicos. A virtualização é o processo de criação de uma versão baseada em software ou \”virtual\” de um computador, com recursos que são \”emprestados\” de um computador host físico e ou de um servidor remoto, como um servidor no datacenter de um provedor de nuvem. 

Uma máquina virtual é um arquivo de computador, normalmente chamado de imagem, que se comporta como um computador real. Ele pode ser executado em uma janela como um aplicativo separado, geralmente para executar um sistema operacional diferente, ou mesmo para funcionar como se fosse um computador inteiro. 

A máquina virtual é separada do resto do sistema, o que significa que o software dentro de uma VM não pode interferir no sistema operacional principal do computador host. O sistema operacional da VM é comumente referido como sistema operacional convidado e pode ser igual ou diferente do sistema operacional host ou de outras VMs. 

Dessa forma, um único computador pode hospedar várias VMs, todas executando diferentes sistemas operacionais e aplicativos, sem afetar ou interferir umas nas outras. A VM ainda depende dos recursos físicos do host, mas esses recursos são virtualizados e distribuídos entre as VMs e podem ser realocados conforme necessário, tornando possível executar diferentes ambientes simultaneamente.

Do ponto de vista do usuário, a VM funciona como uma máquina real. Na maioria dos casos, os usuários que se conectam a uma VM não saberão que se trata de um ambiente virtual. O sistema operacional convidado e seus aplicativos podem ser configurados e atualizados conforme necessário e novos aplicativos instalados ou removidos, sem afetar o host ou outras VMs.

O QUE É UM HYPERVISOR?

Um computador que hospeda máquinas virtuais requer um software especializado denominado hypervisor . O hypervisor emula a CPU, a memória, o HD, a rede e outros recursos de hardware do computador, criando um pool de recursos que podem ser alocados às VMs individuais de acordo com suas necessidades. 

O hypervisor pode oferecer suporte a várias plataformas isoladas umas das outras, permitindo por exemplo, que as VMs executem os sistemas operacionais Linux e Windows Server no mesmo servidor físico. O hypervisor gerencia recursos e os aloca paras as máquinas virtuais. Ele também ajusta os recursos físicos que são distribuídos com base em como o hypervisor e as VMs foram configurados, podendo realocar recursos conforme a demanda. A maioria dos hipervisores se enquadra em uma de duas categorias:

  • HYPERVISOR TIPO 1 – Também conhecido como hypervisor bare-metal, esse tipo de hypervisor é executado diretamente na máquina host física e tem acesso direto ao seu hardware. Os hypervisores Tipo 1 normalmente são executados em servidores e são considerados mais eficientes e de melhor desempenho do que os hypervisores tipo 2, tornando-os adequados para virtualização de servidores desktops e aplicativos. Exemplos de hipervisores Tipo 1 incluem Microsoft Hyper-V, Citrix XenServer e VMware ESXi.
  • HYPERVISOR TIPO 2 – Um hypervisor tipo 2 é instalado na parte superior do sistema operacional da máquina host, que gerencia os recursos de hardware. Os hypervisores tipo 2 geralmente são implantados em computadores para usos específicos. Por exemplo, um desenvolvedor pode usar um hypervisor tipo 2 para criar um ambiente específico para construir um aplicativo, ou um analista de dados pode usá-lo para testar um aplicativo em um ambiente isolado. Exemplos de hypervisores Tipo 2 incluem VMware Workstation e Oracle VirtualBox.

A maioria dos hypervisores não requer componentes de hardware especiais, mas o computador que executa o hypervisor deve ter os recursos necessários para suportar VMs, bem como as operações do hypervisor e as próprias operações do servidor, não importa o quão mínimas sejam.

PARA QUE SERVER UMA MÁQUINA VIRTUAL?

As empresas geralmente implantam VMs quando desejam executar vários aplicativos simultaneamente, que exigem sistemas operacionais e capacidade de processamento diferentes. Por exemplo, uma equipe de controle de qualidade pode querer testar vários servidores da web e pequenos bancos de dados ao mesmo tempo. 

Ou o setor de TI pode precisar usar o mesmo servidor para executar software de edição de vídeo com uso intensivo de gráficos, e também um banco de dados de atendimento ao cliente. As máquinas virtuais têm sido usadas historicamente para virtualização de servidores, o que  permite que as equipes de TI consolidem seus recursos de computação, reduzindo custos e aumentando a eficiência. 

Além disso, as máquinas virtuais podem executar tarefas específicas consideradas muito arriscadas para serem realizadas em um ambiente host, como acessar dados infectados por vírus ou testar uma versão beta de um sistema operacional. Como a máquina virtual é separada do resto do sistema, o software dentro da máquina virtual não pode interferir no computador host.

Outra vantagem é a portabilidade e facilidade em fazer backup da máquina virtual, bastando fazer uma cópia da imagem do disco virtual para uma outra mídia. Em caso de acidentes, é suficiente copiar a imagem da máquina virtual para um outro servidor, e tudo funcionará perfeitamente como se nada tivesse acontecido.

VANTAGENS DE USAR UMA MÁQUINA VIRTUAL

Quais são os benefícios de usar VMs? Embora as máquinas virtuais sejam executadas como computadores individuais com sistemas operacionais e aplicativos individuais, elas têm a vantagem de permanecer completamente independentes umas das outras e da máquina host física. 

Um software especial chamado hypervisor, ou gerenciador de máquina virtual, permite que você execute diferentes sistemas operacionais em máquinas virtuais distintas, tudo ao mesmo tempo. Isso possibilita a execução de VMs Linux, por exemplo, em um sistema operacional Windows, ou uma versão anterior do Windows em um sistema operacional Windows mais atual.

E, como as VMs são independentes umas das outras, também são extremamente portáteis. Você pode mover uma VM em um hypervisor para outro hypervisor em uma máquina completamente diferente quase que instantaneamente. Por causa de sua flexibilidade e portabilidade, as máquinas virtuais oferecem muitos benefícios, como:

  • ECONOMIA DE CUSTOS – A execução de vários ambientes virtuais a partir de uma única infraestrutura física significa que você pode reduzir drasticamente a quantidade de equipamentos necessários, reduzindo a área ocupada pela infraestrutura física, economizando custos de manutenção e eletricidade.
  • AGILIDADE E VALOCIDADE – Criar uma VM é relativamente fácil e rápido, e muito mais simples do que provisionar um ambiente totalmente novo para seus usuários. A virtualização torna o processo de execução de cenários de teste de desenvolvimento muito mais rápido.
  • TEMPO DE INATIVIDADE REDUZIDO – AS VMs são portáteis e fáceis de mover de um hypervisor para outro em uma máquina diferente. Isso significa que eles são uma ótima solução para backup, no caso de o host ficar inativo inesperadamente.
  • ESCALABIDADE – As VMs permitem que você dimensione seus aplicativos com mais facilidade, adicionando mais servidores físicos ou virtuais para distribuir a carga de trabalho em várias VMs. Como resultado, você pode aumentar a disponibilidade e o desempenho de seus aplicativos.
  • SEGURANÇA – Como as máquinas virtuais são executadas em vários sistemas operacionais, o uso de um sistema operacional convidado em uma VM permite que você execute aplicativos de segurança questionável e proteja seu sistema operacional host. As VMs também permitem estudar vírus de computador com segurança, isolando-os para evitar arriscar seu computador host.

A E-RECOVERY é uma empresa especializada em recuperação de dados de máquinas virtuais. Se você perdeu dados de sua máquina virtual VMwareHyper-V ou XenServer, conte com a ajuda especializada da E-RECOVERY!

Rolar para cima