fbpx

O que é VMware?

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

A VMware é uma fornecedora de software de virtualização e computação em nuvem com sede em Palo Alto, Califórnia. Fundada em 1998, a EMC Corporation adquiriu a VMware em 2004 e desde 2016 a VMware é uma subsidiária da Dell Technologies. 

Diane Greene, Scott Devine, Mendel Rosenblum, Edward Wang e Edouard Bugnion fundaram a VMware, que lançou seu primeiro produto, o VMware Workstation, em 1999. A empresa lançou seu segundo produto, VMware ESX em 2001.

Com a virtualização de servidor VMware, um hypervisor é instalado no servidor físico para permitir que várias máquinas virtuais (VMs) sejam executadas no equipamento. Todas as VMs no mesmo servidor físico compartilham recursos, como CPU,  memória RAM e rede. 

O software de virtualização cria uma camada de abstração sobre o hardware do computador, permitindo que os elementos de hardware de um único computador sejam divididos em várias máquinas virtuais (VMs). Cada máquina virtual executa seu próprio sistema operacional (SO) e se comporta como um computador independente, embora esteja sendo executado em uma parte do hardware do computador real.

Como você pode imaginar, a virtualização permite uma utilização mais eficiente da infra-estrutura de TI de uma empresa, e permite um maior retorno sobre o investimento em hardware de uma organização. Ele também permite que os provedores de nuvem, públicos ou privados, atendam a mais usuários com seu hardware físico existente.

Os produtos de virtualização da VMware agora são uma parte crucial das infraestruturas de TI de muitas empresas.

O que é uma máquina virtual VMware?

Uma máquina virtual VMware (VM) é a unidade básica da virtualização VMware. O formato da imagem de um disco virtual VMware é “vmdk”, e os snapshots tem a extensão “delta”. Uma VM é uma representação baseada em software de um computador físico. Um sistema operacional (SO) em execução em uma VM é chamado de SO convidado.

A VMware virtualiza computadores físicos usando seu hypervisor. Um hypervisor é uma camada fina de software que interage com os recursos de um computador físico (chamado de host) e aloca esses recursos para outros sistemas operacionais (conhecidos como convidados). O sistema operacional convidado solicita recursos do hypervisor.

O hypervisor separa cada sistema operacional convidado para que cada um possa ser executado sem interferência dos outros. Se um sistema operacional convidado sofrer uma falha de aplicativo, ficar instável ou infectado com malware, isso não afetará o desempenho ou a operação de outros sistemas operacionais em execução no host.

Cada VM inclui um arquivo de configuração que armazena as configurações da VM, um arquivo de disco virtual que é uma versão de software de um disco rígido e um arquivo de log que mantém o controle das atividades da VM, incluindo falhas de sistema, alterações de hardware, migrações de máquinas virtuais de um host para outro e o status da VM.

A VMware oferece várias ferramentas para gerenciar esses arquivos. Você pode definir as configurações da máquina virtual usando o vSphere Client, que é uma interface de linha de comando para gerenciamento de VM. 

Quais OS PRODUTOS E SOLUÇÕES DA VMware?

  • VMware ESXi – O hipervisor com foco em datacenter ESXi da VMware é um hipervisor tipo 1 ou \”bare metal\”, substituindo o sistema operacional primário que interagiria com os componentes físicos de um computador. Ele sucede o ESX, que era um hipervisor maior que usava mais recursos do computador host. VMware descontinuou ESX.
  • VMware Workstation – É um hypervisores tipo 2. Ao contrário de um hypervisor tipo 1, que substitui o sistema operacional por completo, um hypervisor tipo 2 é executado como um aplicativo no sistema operacional de desktop, e permite que os usuários de desktop executem um segundo sistema operacional sobre seu sistema operacional principal (host). Workstation Player é uma versão gratuita que oferece suporte a um único sistema operacional convidado. Workstation Pro oferece suporte a vários sistemas operacionais convidados, e se integra às ferramentas de gerenciamento de virtualização empresarial da VMware.
  • VMware Horizon – O VMware Horizon permite que as organizações executem desktops Windows no data center ou no VMware Cloud na AWS. Isso elimina a necessidade de colocar e gerenciar desktops completos no local de trabalho e centraliza o gerenciamento e a segurança do ambiente do usuário. Ele se integra aos produtos da VMware App Volumes e Dynamic Environment Manager para entrega de aplicativos e gerenciamento de desktop do Windows.
  • VMware vSphere – É a plataforma de virtualização corporativa da VMware, incluindo o software hypervisor ESXi e a plataforma de gerenciamento vCenter Server para gerenciar vários hypervisores. O VSphere está disponível em três configurações: Standard, Enterprise Class e Platinum. As opções incluem criptografia em nível de VM, gerenciamento de contêiner integrado, balanceamento de carga e gerenciamento de rede centralizado. Platinum sozinho oferece suporte a respostas automatizadas para ameaças de segurança, e integração com ferramentas de operações de segurança de terceiros.
  • VMware vCenter – Um dos componentes importantes do vSphere é o vCenter Server. Este é o componente de gerenciamento do vSphere. Ele permite que você gerencie implantações de máquinas virtuais em uma grande coleção de servidores host. Ele atribui máquinas virtuais a hosts, aloca recursos para eles, monitora o desempenho e automatiza o fluxo de trabalho. Esta ferramenta pode ser usada para gerenciar os privilégios do usuário com base nas próprias políticas do usuário.
  • VMware Clustering – A VMware compartilha recursos entre hosts agrupando-os em um cluster, e tratando-os como uma única máquina. Você pode então usar a tecnologia de clustering da VMware para agrupar recursos de hardware entre os hypervisores em execução em cada host no cluster. Ao adicionar uma VM a um cluster, você pode conceder a ela acesso a esses recursos agrupados. Um cluster oferece suporte a muitos recursos do vSphere, incluindo balanceamento de carga de trabalho, alta disponibilidade e resiliência tolerante a falhas. 
  • VMware HA – A solução vSphere High Availability (HA) da VMware permite que você alterne as máquinas virtuais entre hosts físicos se o hardware subjacente falhar. Ele monitora o cluster e, se detectar uma falha de hardware, reinicia suas VMs em hosts alternativos. O VSphere HA designa um host em um cluster como o \”mestre\”, os outros são chamados de \”escravos\”. O mestre se comunica com o vCenter Server, informando sobre o estado de VMs protegidas e hosts escravos.
  • VMware Fault Tolerance – Embora o vSphere HA forneça recuperação rápida de interrupções, você ainda pode esperar um tempo de inatividade enquanto ele move e reinicia uma VM. Se você precisar de mais proteção para aplicativos de missão crítica, o vSphere Full Tolerance oferece um nível mais alto de disponibilidade. Ele não promete perda de dados, transações ou conexões. O VSphere Fault Tolerance funciona executando uma VM primária e secundária em hosts separados no cluster e garantindo que sejam idênticos em qualquer ponto. Se um de seus hosts falhar, o host restante continuará operando e o vSphere Fault Tolerance criará uma nova VM secundária, restabelecendo a redundância. 
  • VMware DRS – Se você permitir que muitas VMs sejam executadas de forma não gerenciada em suas máquinas host, você terá problemas. Algumas VMs exigirão mais recursos de CPU e memória do que outras. Isso pode criar cargas de trabalho desequilibradas, com hosts lidando com mais do que sua parcela de trabalho, enquanto outros ficam ociosos. O VMware Distributed Resource Scheduling (DRS) resolve esse problema equilibrando as cargas de trabalho entre diferentes hypervisores ESXi. O DRS, um recurso do vSphere Enterprise Plus, funciona em um cluster de hosts ESXi que compartilham recursos. Ele monitora o uso de CPU e RAM do host e move as VMs entre eles para evitar hosts sobrecarregados e subutilizados. 
  • VMware NSX – O VMware NSX é uma oferta de software de rede e segurança virtual criada quando a VMware adquiriu a Nicera em 2012. O NSX permite que um administrador virtualize componentes de rede, permitindo-lhes desenvolver, implantar e configurar redes virtuais e switches por meio de software em vez de hardware. Uma camada de software fica no topo do hipervisor para permitir que um administrador divida uma rede física em várias redes virtuais. 
  • VMware vSAN – Ele cria uma interface de software entre VMs e dispositivos de armazenamento físico. Este software (parte do hypervisor ESXi) representa os dispositivos de armazenamento físico como um único pool de armazenamento compartilhado, acessível por máquinas no mesmo cluster. Usando o VMware vSAN, suas VMs podem utilizar armazenamento em qualquer computador em um cluster, em vez de depender apenas de um único computador, que pode ficar sem armazenamento. 
  • VMware Cloud – VMware Cloud Foundation é uma pilha de software integrada que agrupa vSphere, VMware vSAN e VMware NSX em uma única plataforma por meio do SDDC Manager. Um administrador pode implantar o pacote no local como uma nuvem privada ou executá-lo como um serviço em uma nuvem pública. Um administrador pode provisionar um aplicativo imediatamente sem ter que esperar pela rede ou armazenamento.
  • VMware HCX – É uma oferta de software como serviço (SaaS) que permite gerenciar várias instâncias do vSphere em diferentes ambientes, desde data centers no local até ambientes de nuvem hospedados. O HCX abstrai seu ambiente vSphere para que as VMs que ele gerencia pareçam ter o mesmo endereço IP, não importa onde sejam executadas. HCX usa uma conexão de rede de longa distância (WAN) otimizada para estender os aplicativos locais para a nuvem sem reconfiguração. Isso permite que você use o poder de computação extra da nuvem para manter o desempenho dos aplicativos locais quando a demanda de computação exceder os recursos físicos locais. 
  • VMware vRealize Network Insight – É uma ferramenta de gerenciamento de operações de rede que permite a um administrador planejar a micro-segmentação e verificar a integridade do VMware NSX. O VRealize Network Insight depende da tecnologia da Arkin, adquirida pela VMware em 2016. O VRealize Network Insight coleta informações do NSX Manager. Ele também exibe erros em sua interface de usuário, o que ajuda a solucionar problemas em um ambiente NSX.
  • VMware Site Recovery Manager (SRM) – É um produto de gerenciamento de recuperação de desastres que permite a um administrador criar planos de recuperação que são executados automaticamente em caso de falha. O Site Recovery Manager permite que os administradores façam automaticamente o failover e o failback de VMs. O SRM também se integra ao NSX para preservar as políticas de rede e segurança em VMs migradas.
  • VMware vCloud NFV – É uma plataforma de virtualização de funções de rede que permite a um provedor de serviços executar funções de rede como aplicativos virtualizados de diferentes fornecedores. O NFV oferece os mesmos benefícios de virtualização e nuvem para um provedor de serviços de comunicação que antes dependia de hardware.
  • VMware vRealize Suite – É um grupo de softwares que permite ao usuário criar e gerenciar nuvens híbridas. O vRealize Suite inclui vRealize Operations para monitoramento, vRealize Log Insight para registro centralizado, vRealize Automation para automação de data center e vRealize Business for Cloud para gerenciamento de custos.

A E-RECOVERY é uma empresa especializada em recuperar máquinas virtuais VMware. Se acontecer algum problemas com seus discos virtuais VMDK ou datastores VMFS, conte com a E-RECOVERY para ajudá-lo nesses momentos críticos.

Rolar para cima