fbpx

Perguntas Frequentes

Para volumes de até 200 GB podemos fazer o upload para o Google Drive ou OneDrive. Para volumes maiores, você deverá providenciar um HD novo e zerado para copiar os arquivos recuperados.

Após o envio da listagem dos arquivos recuperados, liberaremos acesso via Teamviewer ou Anydesk para que você possa conferir remotamente se os dados estão abrindo normalmente.

Ao fazer uma consulta com outras empresas, recomendamos prestar atenção a alguns detalhes importantes, que podem passar desapercebidos:

ORÇAMENTO PAGO – A maioria das empresas oferece orçamento gratuito para fazer uma avaliação no seu HD. Mas existem exceções, onde você será tarifado com valores em torno de R$ 450, independente do problema do disco.

SERVIÇO EM DUAS ETAPAS – O valor pago pela tentativa inicial não será devolvido, mesmo que a recuperação não seja possível. Normalmente, o percentual cobrado antecipadamente será de metade do valor final.

TAXA DE MONTAGEM – Verifique se a empresa em questão cobra alguma taxa para devolver o seu HD montado, com todas as peças.

Mesmo que você esteja desesperado pela perda dos dados, recomendamos que leia cuidadosamente todas as cláusulas do contrato de prestação de serviços, pois assim evitará futuras dores-de-cabeça.


Não, você não será tarifado se os dados do seu HD não forem recuperáveis, exceto quando houver necessidade de investimento em peças, HDs que já foram abertos, criptografados ou com dados sobrescritos. Neste casos, você sempre será avisado antes do início do serviço.

Não, em mais de 95% dos casos, você somente pagará o valor do serviço após a recuperação ser finalizada com sucesso. A única exceção é para casos onde não tenhamos um HD doador compatível, onde será cobrado antecipadamente uma taxa de investimento em peças.

Nenhuma empresa de recuperação de dados de HD pode garantir isso. O sucesso ou não na recuperação depende de uma séries de fatores. Ex: HD aberto, dados sobrescritos, etc.

Lembramos que na E-Recovery você não será tarifado se os dados não forem recuperados (exceto taxa de investimento em peças, dispositivos formatados, com dados sobrescritos ou criptografados).

Na maioria dos casos, a primeira tentativa de recuperação pode ser a última. Ou seja, não haverá possibilidade de uma nova recuperação. Ao consultar uma empresa, é importante que você cheque a veracidade das informações fornecidas.

O baixo preço pode ser consequência da falta de experiência, e ausência da infra-estrutura tecnológica necessária para o serviço. Um único equipamento como o PC3000 pode custar mais do que um caro básico zero quilômetro. Então, não tem como fazer milagres neste setor cobrando 300 reais por uma recuperação.

Faça uma pesquisa na Internet em sites como Reclame Aqui, e verifique se a empresa possui algum problema anterior com seus clientes.

O índice de sucesso na recuperação de dados pode não ser tão alto como alardeado por algumas empresas. Vejamos o índice médio real de sucesso em algumas situações de perda de dados:

  • HD formatado no Windows em modo lento = ZERO %
  • HD com pratos riscados = ZERO %
  • HD criptografado por Bitlocker com perda de senha = ZERO %
  • HD com ruídos = 50% ou menor
  • HD com bad blocks = Superior a 90%
  • HD formatado em modo rápido sem novos dados gravados = Próximo a 100%

Como uma empresa de recuperação de dados receberá HDs com os mais variados problemas, é fácil deduzir que um índice de sucesso de 99% fica totalmente fora da curva, exceto se ela receber apenas os casos mais promissores.

No nosso site você encontrará quase 100 depoimentos verídicos de clientes já atendidos pela E-Recovery, todos com aprovação por escrito autorizando a sua publicação. Além disso, há mais 61 comentários no Google de clientes reais atendidos pela E-Recovery.

Você não acha estranho que uma empresa de nicho como recuperação de dados tenha 300 ou mais comentários no Google ou 100 depoimentos em vídeo? Você tem certeza de que eles são verídicos?

Sim, você poderá parcelar o valor do serviço em até 10x no cartão de crédito ou PagSeguro. Para empresas, o pagamento poderá ser parcelado também via boleto bancário, sujeito à aprovação de cadastro.

  • Cartão de crédito
  • Cartão de débito
  • CIELO online
  • Depósito bancário
  • Dinheiro
  • DOC / TED / PIX
  • PagSeguro

Existem algumas situações onde a recuperação de dados de HD não é possível:

  • Dados sobrescritos
  • Discos óticos riscados
  • HD que não aceita troca de componentes
  • HD com mídia magnética muito danificada

Sim, para HDs com danos lógicos (formatação, dados deletados) a recuperação remota pode ser uma possibilidade. Além do custo normal do serviço (pago somente se o resultado for positivo), você será tarifado com uma taxa fixa de R$ 800 que deverá ser pago antecipadamente.

Não, se você optar pela modalidade gratuita, não há nenhum custo na avaliação. Bastará você responder o e-mail com o orçamento reprovando o valor. O HD poderá ser retirado na Matriz Vila Mariana, mediante agendamento.

Se a sua empresa necessitar de um NDA antes de enviar o HD, podemos emitir um termo de confidencialidade padrão. Caso precise de um documento mais específico, envie o modelo que a sua empresa utiliza para ser analisado pelo nosso departamento jurídico.

Sim, em absolutamente todos os casos será emitida nota fiscal de serviços com o valor cobrado.

Sim, veja em nossa página de depoimentos quase uma centena de casos resolvidos pela E-Recovery. E no Google você encontrará cerca de 50 avaliações adicionais. Algumas empresas conhecidas já atendidas pela E-Recovery (que autorizaram a divulgação):

  • Assaí Atacadista
  • Avianca
  • Brasanitas
  • Coca-Cola Femsa Brasil
  • Embracon
  • IBEP
  • Mash
  • Minha Vida
  • Olitel
  • Playcenter
  • Politran
  • Salesianas
  • SBPC
  • Seicho-no-Iê
  • UNESP
  • United States Pharmacopeia Brasil
  • UOL Diveo
Rolar para cima