O que é RAID 0 e como funciona?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

O RAID 0 é útil por causa de seu baixo custo e pelo fato de não sobrecargar o sistema. O RAID 0 divide e distribui dados uniformemente em dois ou mais HDs sem informações de paridade, redundância ou tolerância a falhas. Isso torna o sistema bastante simples de configurar. 

Uma matriz geralmente consiste em dois ou mais discos. O RAID 0 pode ser implementado usando software ou um controlador dedicado. O RAID 0 não é uma matriz redundante, o que torna difícil a recuperação de dados se um dos discos membros sofrer danos. O RAID 0 fornece um aumento de desempenho com a inclusão de vários discos. 

No entanto, como o RAID 0 não oferece tolerância a falhas ou redundância, se um único HD for danificado isto fará com que toda a matriz fique inacessível. Como os dados são distribuídos em todos os discos, isto resultará na perda de todo o conjunto de dados armazenado no volume RAID 0. Nesse caso, a recuperação de dados é a única opção para evitar a perda permanente de dados.

RAID 0 é comumente usado por usuários domésticos e em algumas configurações de NAS com 2 ou 4 discos rígidos. Um array RAID 0 de duas unidades é duas vezes mais rápido que um único disco rígido sozinho, pois pode realizar várias operações de leitura / gravação simultaneamente. 

COMO FUNCIONA UM RAID 0

Para fazer uma matriz RAID 0, você pega seus discos membros e os configura para trabalharem juntos. Sempre que você grava dados em sua matriz RAID, os dados são divididos em blocos e divididos entre as unidades na matriz. Cada bloco ou faixa geralmente tem 64 kilobytes ou maior. Cada disco rígido do array é usado em sua capacidade total. Se você tiver três unidades Western Digital de 8 terabytes em uma matriz RAID 0, terá 24 terabytes de espaço de armazenamento.

Agora, digamos que você tenha o RAID 0 de três unidades. Você deseja gravar um arquivo de 640 kilobytes no array. Esse controlador RAID divide-o em 10 blocos de 64 kilobytes. Se o arquivo tivesse 653 KB, você teria onze blocos, com os últimos treze kilobytes no décimo primeiro. Essas 10 faixas vão para as unidades no RAID-0. A unidade 0 obtém a primeira faixa. A unidade 1 fica com a segunda. A unidade 2 fica com o terceiro. O drive 0 fica com o quarto. E assim por diante.

Mais tarde, você abre seu arquivo. Um único disco rígido deve ler cada bloco contendo as partes do seu arquivo, uma de cada vez. Mas em sua matriz RAID 0, todas as unidades estão trabalhando juntas e você pode ler até três blocos de dados simultaneamente. Seu array RAID 0 de três unidades não será exatamente três vezes mais rápido do que um único disco rígido. Mas será notavelmente mais rápido do que um disco rígido sozinho.

VANTAGENS DO RAID 0

O que você faz se precisa de um processamento de dados muito rápido, como um jogador de games que quer tirar o máximo desempenho do seu computador? RAID 0 pode ser a solução perfeita.

O desempenho é o que diferencia o RAID 0 de outras configurações de RAID. Não há configuração RAID que seja mais rápida ou que aproveite a máxima capacidade dos discos como o RAID 0. Se você valoriza a velocidade e precisa de muito espaço de armazenamento de dados, você deve considerar o RAID 0.

Mas o alto desempenho tem um preço. Antes de começar a configurar seu equipamento com RAID 0, você deve entender claramente os usos apropriados do RAID 0. A vantagem do RAID 0 é que você está melhorando significativamente a velocidade lendo e gravando em vários discos. 

PROBLEMAS COM RAID 0

  • Arquivos sobrescritos
  • Configuração RAID 0 corrompida
  • Configuração RAID 0 perdida
  • Corrupção no array RAID 0
  • Dados corrompidos
  • Erro de configuração RAID 0
  • Exclusão de arquivos
  • Falha intermitente nos HDs
  • Falha no fornecimento de energia
  • Firmware do equipamento corrompido
  • Falha simultânea de várias unidades
  • Queima da placa controladora RAID 0
  • Ransomware ou virus
  • Rebuild do array RAID 0
  • Reformatação dos drives
  • Sabotagem de funcionários

Ao mesmo tempo que aumenta o desempenho geral, o RAID 0 torna esses arrays propensos a falhar. Dê uma outra olhada em seu RAID 0 de três HDs. Imagine que uma das três unidades pare de funcionar. Há muitos motivos pelos quais uma falha de disco membro pode acontecer. 

Talvez tenha havido uma perda de energia. Ou as cabeças de leitura / gravação da unidade estão gastas. Ou o firmware da unidade está com um bug. Existem várias maneiras diferentes de os discos membros falharem . Se você não tiver sorte, um desastre pode fazer com que mais de uma unidade falhe ao mesmo tempo.

Agora, uma em cada três distribuições de dados em sua matriz RAID 0 está faltando. Isso não significa que um em cada três arquivos em sua matriz apareça como arquivos inacessíveis. Em vez disso, quanto maior for o arquivo, mais “buracos” ele terá. Partes das definições de arquivos e metadados do sistema de arquivos também serão perdidos. 

Não importa quantas unidades você tenha em sua configuração da matriz RAID 0, basta uma falha para derrubar todos os dados. Quem criou o antigo provérbio “Uma cadeia é tão forte quanto seu elo mais fraco” não estava falando sobre perda de dados em um RAID 0 com falha. Mas poderia muito bem estar.

Na verdade, RAID 0 nem é considerado como um verdadeiro RAID, já que não oferece nenhum tipo de redundância. Um RAID 0 com 2 HD tem, na verdade, mais do que o dobro de probabilidade de travar do que uma única unidade, porque você não apenas dobrou suas chances de falha da unidade, mas também é possível uma falha do controlador RAID. 

O perigo real do RAID 0 é o striping, o principal recurso que o torna atraente. Como os dados são divididos igualmente entre todas as unidades do array, não há absolutamente nenhuma redundância. Devido a essa tolerância a falhas zero, se uma unidade falhar, todos os dados da matriz serão perdidos. Isso significa que o RAID 0 é menos confiável do que usar um único disco.

A falha do RAID 0 é uma possibilidade real. Considere o seguinte: a taxa de falha anual das unidades é de 2,5%. Portanto, com cada unidade que você adiciona, você aumenta o risco de mau funcionamento. Você obtém o benefício de velocidades mais altas de leitura / gravação, mas quanto mais unidades em sua configuração, maior a chance de falha de disco e perda de dados.

COMO RECUPERAR DADOS DE RAID 0?

Os dados armazenados em uma matriz RAID 0 correm mais risco de perda de dados do que qualquer outro tipo de matriz RAID porque não oferece redundância. No caso de uma falha de RAID 0 resultando em perda de dados, você pode tentar executar algum software de recuperação de dados RAID 0. 

No entanto, mesmo o melhor software de recuperação de dados RAID 0 não pode resolver a maioria dos problemas que causam a perda de dados RAID 0. O software de recuperação de dados provavelmente não ajudará em casos graves. Os utilitários de recuperação de dados podem piorar as coisas e tornar as coisas virtualmente impossíveis até mesmo para as melhores empresas de recuperação de dados de RAID 0. 

Existem dois tipos diferentes de falhas em matrizes RAID 0:

  • Falha de um ou vários discos da matriz RAID 0;
  • Falha não associada aos discos do RAID 0

Como as matrizes RAID 0 não são redundantes, se um dos discos membros falhar, os dados que estavam no HD com falha serão perdidos para sempre. Pode ser feita uma recuperação parcial com o restante dos discos membros. No entanto, apenas os arquivos menores que (N-1) * (tamanho do bloco) podem ser recuperados. Mesmo os arquivos menores do que esse limite podem ser irrecuperáveis se a parte do arquivo estiver em um disco com falha. 

Falhas no RAID 0 não associadas à perda dos HDs do arranjo incluem erros do operador, falhas da controladora RAID ou falhas no software de controle do RAID 0. Neste caso, os metadados de configuração do RAID 0 são perdidos, mas os discos membros estão funcionando corretamente, tornado possível recuperar os dados do RAID 0. 

sintomas de falhas de raid-0 em nas

Os equipamentos do tipo NAS (Network Attached Storage) permitem grande capacidade de armazenamento com um custo razoável, o que o torna perfeito para profissionais liberais e pequenas ou médias empresas armazenarem todos os seus dados.

Os storages NAS podem ser configurados com a maioria dos arranjos RAID para os modelos com 4 baias ou mais. Os equipamentos com 2 até 4 discos normalmente são configurados em RAID 1 o RAID 0. Esta última opção é escolhida por muitas empresas pelo ganho na velocidade, mas a maioria não está ciente do perigo de perda de dados do RAID-0.

O primeiro sintoma da matriz RAID 0 estar com falha é o volume NAS se tornar inacessível. Seu NAS pode sinalizar uma falha no disco rígido assim que você iniciar sua interface da web. 

Se a unidade NAS funcionar e estiver acessível na rede, mas o NAS não enxergar os discos ou eles estiverem fazendo ruídos estranhos, isso pode ser um problema real. Se você tiver configurado RAID 0 em seu NAS e perder uma unidade na matriz, perderá todos os dados armazenados.

Se o NAS não estiver visível na rede, verifique se o seu dispositivo NAS ainda está no mesmo endereço IP. Para descobrir o endereço IP da sua unidade NAS, verifique as configurações do seu roteador doméstico. Depois de descobrir o endereço IP do seu NAS, abra-o novamente. 

Verifique a alimentação do dispositivo e o cabo Ethernet, verifique se o seu roteador doméstico tem uma luz acesa na porta onde o NAS está conectado. Se você fez todas as verificações e é a unidade NAS que não está funcionando, uma empresa de recuperação de dados poderá restaurar os seus arquivos.

RECUPERAÇÃO DE DADOS DE RAID 0

Normalmente, é muito difícil recuperar dados em um ambiente RAID 0, pois ele não fornece redundância de dados por padrão. A recuperação de RAID 0 geralmente requer a reconstrução do modo como os dados estavam gravados na matriz. 

O dispositivo de armazenamento, seja um NAS ou servidor, usa um algoritmo próprio que é gerenciado pela controladora RAID do equipamento com informações sobre a ordem dos HDs, deslocamento inicial e tamanhos de bloco. Reproduzindo estas informações é possível remontar o volume RAID-0 e recuperar os dados. 

Um problema adicional é se um dos discos estiver danificado ou ilegível. Nestes casos, a recuperação de dados do RAID-0 somente será possível se os HDs puderem ser reparados ou clonados.

Se desejar entrar em contato conosco para receber uma consulta sem pressão para recuperar arquivos, clique no botão abaixo. Isso o levará a uma página com nosso número de telefone e e-mail. Esta página também oferece a opção de agendar um encontro com um Consultor do Cliente em um horário ou data posterior, ou bater um papo online com ele.

E-Recovery é especializada em recuperação de dados RAID 0 e pode ajudar você a recuperar os dados perdidos do seu NAS ou servidor. Entre em contato conosco e solicite um orçamento sem compromisso.

Rolar para cima