O que é RAID 1 e como funciona?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

O RAID 1 requer no mínimo dois discos rígidos para sua implementação, pois os dados são gravados simultaneamente em dois locais. As unidades são essencialmente imagens espelhadas umas das outras, portanto, se uma unidade falhar, a outra pode assumir e fornecer acesso aos dados armazenados nela. 

O espelhamento de unidades é bom para operações de leitura muito rápidas, mas é mais lento ao gravar nas unidades, pois os dados precisam ser gravados em dois locais. 

Embora o espelhamento de unidade RAID 1 forneça proteção de dados abrangente que pode ser um salva-vidas em caso de desastre em que a unidade principal apresente problemas, esse nível de proteção de dados tem um custo de exigir 100% de capacidade adicional do HD principal. 

Isso significa que se você usar o RAID 1 em um array, terá que dobrar a quantidade de capacidade da unidade instalada, metade para acomodar o armazenamento ativo e metade para a cópia espelhada. Como essa capacidade adicional de armazenamento pode ser muito cara, muito poucos sistemas de armazenamento corporativo usam RAID 1, optando por RAID 5 ou RAID 6 que economizam mais espaço.

VANTAGENS DO RAID 1

  • Maior velocidade de leitura
  • Tolerante a falhas
  • Não requer reconstrução de dados 
  • Sse um HD falhar, o conteúdo é copiado para outro HD
  • Fácil de implementar

DESVANTAGENS DO RAID 1

  • Usa apenas metade da capacidade de armazenamento
  • Mais caro, precisando do dobro de discos
  • Requer desligar o computador para substituir o HD com falha

O RAID 1 não é a melhor solução para servidores muito grandes que armazenam terabytes de dados importantes. Ele tem velocidades de gravação mais lentas do que o RAID 0, porque os dados devem ser gravados em unidades espelhadas nas duas vezes.

O RAID 1 é comumente usado em NAS e servidores de entrada, mas não é confiável como o único método de backup de dados. Ele não protege os dados de picos de energia ou outros danos físicos (uma vez que não está na nuvem ou em outro servidor). 

E o RAID 1 também não protege os dados contra corrupção. Se parte de um arquivo estiver corrompido, a mesma corrupção será exatamente espelhada na outra unidade.

RAID 1 CONFIGURADO COM SSDs

As unidades de estado sólido são uma solução de armazenamento de dados não volátil muito mais rápida do que as unidades de disco rígido. RAID 1 também pode ser usado com SSDs.

No entanto, espelhar dois SSDs em RAID 1 pode não ter o efeito desejado de backup de dados, porque drives de estado sólido do mesmo modelo e idade provavelmente falharão ao mesmo tempo. Se o fizessem, todos os dados espelhados também seriam perdidos. 

Os SSDs têm muito menos probabilidade de falhar do que os HDDs e têm velocidades de leitura muito mais altas, o que ajuda a melhorar o desempenho de leitura geralmente lento do RAID 1. Outro problema é o seu tempo de vida relativamente curto, dependendo do tipo de memória utilizado no SSD.

RECUPERAÇÃO DE DADOS DE RAID-1

Uma configuração RAID 1 clássica consiste em uma cópia exata (ou espelho) de um conjunto de dados em dois discos. Essa configuração não oferece paridade, distribuição ou abrangência de espaço em disco em vários discos, uma vez que os dados são espelhados em todos os discos pertencentes ao array. Esse layout é útil quando o desempenho de leitura ou confiabilidade é mais importante do que o desempenho de gravação ou a capacidade de armazenamento de dados resultante.

O RAID 1 é “efetivamente” à prova de falhas, uma vez que uma cópia completa dos dados é espelhada na outra unidade do array. Se um disco falhar, não haverá perda total de dados. Isso pressuponfo que o disco com falha seja substituído antes da falha do outro disco que está operacional.

Como as configurações de RAID 1 têm duas unidades com uma cópia exata dos dados, há alguma proteção contra defeitos de hardware ou setores defeituosos nos discos. Mas, ele não oferece nenhuma proteção contra perda de dados devido a acidentes (fogo, água), falhas simultâneas dos dois discos, erros do usuário, mau funcionamento do software ou infecção por malware.

Se você não tem uma rotina de backup implementada, conte com a E-RECOVERY para recuperar os dados do seu equipamento. A E-Recovery é especialista em recuperação de RAID-1 e você pode contar com todo nosso aparato tecnológico e conhecimento para restaurar os seus dados perdidos. Entre em contato e solicite um orçamento sem compromisso.

Rolar para cima