CUIDADO COM SSDS FALSIFICADOS

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Muitos usuários de computadores compartilham histórias sobre SSDs falsos que compraram na Internet. Os fóruns on-line para usuários experientes de TI estão cheios de tópicos onde as pessoas descrevem sua experiência no uso de SSDs falsificados comprados no AliExpress ou Mercado Livre.

Na verdade, você pode encontrar produtos falsificados em toda parte, seja na Rua Santa Ifigênia em São Paulo, ou em qualquer loja de informática da sua cidade. Este tipo de dispositivo fake pode facilmente corromper informações confidenciais e causar a perda permanente de dados em computadores pessoais e de empresas.

As unidades falsificadas usam chips de qualidade inferior que não fornecem o nível apropriado de segurança nos dados gravados . Como resultado, arquivos importantes são perdidos ou severamente danificados devido a uma ampla variedade de falhas lógicas e físicas.

Um SSD genérico também pode ser vendido como se fosse de uma marca conceituada como Kingston ou Sandisk. Aqui o problema é menos grave, mas você estará comprando alcatra e levando carne de segunda para casa.

A capacidade real do SSD pode ser muitas vezes inferior à da etiqueta. Este tipo de falsificação é feito através da modificação no firmware do SSD. Uma unidade vendida como se fosse de 2 TB pode conter apenas 32 GB reais. 

Quando você preencher estes 32 GB, até mesmo os dados já gravados podem ser perdidos. Na melhor da hipóteses, o que foi gravado nos 32 GB reais talvez possa ser recuperado.

Felizmente, existem algumas maneiras mais ou menos seguras de identificar uma unidade falsa de SSD, e evitar riscos para seus preciosos arquivos. Tudo que você precisa é ter em mente as seguintes recomendações:

  • COMPRE SSD DE MARCA – Fique longe de fabricantes pouco conhecidos. Hoje em dia, os SSDs fabricados por fornecedores renomados vêm com garantia, e evitam que os dados do usuário sejam corrompidos e perdidos por má qualidade nos componentes utilizados. Quanto aos dispositivos de armazenamento de dados com nomes desconhecidos vendidos em sites chineses, é melhor ignorá-los para evitar possíveis problemas de perda de dados. Ainda assim, se você quiser usar um SSD sem nome, certifique-se de fazer backups regulares.
  • ATENÇÃO NA EMBALAGEM E ETIQUETA – Preste muita atenção na caixa e na qualidade de impressão do texto. Não é segredo que os produtos de marca geralmente vêm com muitos rótulos e adesivos específicos, muitos deles holográficos. É por isso que os dispositivos de armazenamento de dados falsificados contêm adesivos que não conseguem reproduzir o original, sendo de qualidade inferior. Além disso, o logotipo de uma marca pode ter uma aparência diferente. Quando tiver dúvidas, tente pesquisar logotipos de marcas reais no Google para ver a diferença, e evitar cair na armadilha de falsificadores. Discos SSDs falsos geralmente não têm impressões especiais com efeito 3D na parte traseira.
  • CONFIRMAÇÃO DO NÚMERO DE SÉRIE  – SSDs de marca geralmente têm números de série que você pode confirmar no site do fabricante. Se o número de sua unidade de estado sólido não for aceito, isso significa que não é nada além de uma farsa. Algumas vezes os falsificadores podem pegar um número de série real. Se você estiver comprando um SSD pessoalmente em uma loja física, peça para ver mais duas ou três unidades e compare se o número serial é igual em todos.
  • ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO SSD – A melhor maneira de verificar se um SSD é genuíno ou falso é usar softwares como CrystalDiskInfo, CrystalDiskMark, HD Tune Pro ou software genuínos como Samsung Magician e Kingston Manager. Estes softwares exibirão todas as informações, como velocidade de leitura e gravação, tempo de uso e número de série do SSD. Estes são algumas informações técnicas que ajudam a identificar o SSD falso. Se você achar que o número de série não corresponde ou que a velocidade de leitura e gravação é muito baixa em comparação com as especificações do fabricante, é quase 100% falso.

Para evitar uma experiência desagradável com seu novo SSD, e impedir que dados críticos sejam corrompidos e perdidos, confie no seu bom senso. Escolha apenas produtos de fabricantes conceituados, e não compre SSDs que esteja muito abaixo dos preços praticados para aquele modelo.

Outra coisa desagradável para saber sobre SSDs fake é que nenhuma empresa de recuperação de dados, mesmo a mais confiável, não pode garantir uma recuperação bem-sucedida de arquivos de dispositivos falsificados.

Quando você precisar recuperar dados de SSD usando a tecnologia mais avançada, consulte a E-Recovery!