Como fazer backup dos dados?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Ter uma estratégia de backup funcional é essencial no mundo do TI de hoje. Com tantas formas de perda de dados, entender como fazer backup de seus dados corretamente é fundamental para garantir que você não enfrente uma situação desconfortável.

Armazenar os seus documentos, fotos e vídeos apenas no HD do computador ou em um disco externo não é uma boa ideia. Se algo acontecer com eles, ou o computador for roubado, você perderá todos os dados gravados. Muita gente morre de medo somente de pensar nisso!

Uma empresa que use um armazenamento com tolerância a falhas, como um servidor ou NAS configurado com algum arranjo RAID, pode pensar que está imune à perda de dados. Lembramos que RAID não é backup, e você perderá os dados se algum problema ocorrer com os HDs do equipamento.

Mesmo que você, ou a sua empresa, armazene os dados na nuvem não está imune a perder os arquivos. Apesar de muito seguros, eles não são imunes à falhas de origem humana. Se alguém descobrir o seu login/senha de acesso, poderá apagar os arquivos gravados em serviços como o Google Drive ou OneDrive. Ou pior, um hacker poderá criptografar os arquivos e exigir um resgate.

Então, como você pode fazer backup de seus dados de modo seguro?

Ataques de ransomwares, funcionários desonestos, desastres naturais, danos na mídia e erros humanos são apenas algumas das maneiras pelas quais você pode perder seus dados.

A perda de dados pode ser irritante para os indivíduos, mas para as empresas as repercussões podem ser catastróficas:

  • 94% das empresas que experimentam perda severa de dados não se recuperam totalmente.
  • 51% dessas empresas fecham dentro de dois anos após a perda de dados.
  • 43% dessas empresas não reabrem novamente.
  • 70% das pequenas empresas fecham as portas dentro de um ano após um grande incidente de perda de dados.

Cenário assustadores, concorda? Com um custo tão alto causado pela perda de dados, especialmente para organizações,  garantir que você tenha uma estratégia de backup adequada não deve ser uma opção, mas uma obrigação.

A preparação e implementação de estratégia de backup também são cruciais para garantir a segurança de seus dados. Não fazer seu backup por algum tempo pode ser tão ruim quanto não ter nenhum!

Como você cria uma estratégia de backup?

A regra de BACKUP 3-2-1 é uma estratégia de backup viável, prática e que garante a segurança dos dados. Funciona assim:

Seus dados devem ser armazenados 3 vezes. O primeiro são seus dados atuais / de produção. Os outros dois são backups para fornecer redundância.

Você deve usar duas tecnologias diferentes para seus backups. Existem muitos tipos de mídia disponíveis, dependendo de suas necessidades: NAS, HDs, memória flash, fitas magnéticas, armazenamento na nuvem, etc.

Sempre mantenha um desses backups fora de sua localização ou das instalações da empresa.

Por que isso funciona?

  • 3 – Armazenar os mesmos dados três vezes minimiza estatisticamente as chances de perda de dados. Suponha que você salve seus dados na unidade 1 e o backup na unidade 2. Se a probabilidade de falha da unidade 1 e da unidade 2 for 1/100, a probabilidade de falha simultânea de ambas as unidades será 1/100 x 1/100 = 1 / 10.000. Com três backups, a probabilidade diminui para um em um milhão.
  • 2 – O uso de duas tecnologias de armazenamento de dados diferentes reduz ainda mais a probabilidade de ocorrência de perda de dados. Não é incomum que dois dispositivos do mesmo tipo e lote de fabricação tenham uma vida útil semelhante. Por exemplo, lâmpadas em sua casa ou velas de ignição em um carro. Com sistemas RAID , também é comum que várias unidades falhem, uma após a outra, quando executadas em um estado degradado.
  • 1 – Manter um backup adicional em pelo menos um outro local é altamente recomendado. Dessa forma, se houver uma inundação, incêndio, roubo ou ataque cibernético, nem todos os backups serão perdidos. Manter um backup em um cofre seguro, na nuvem ou em outro escritório irá protegê-lo de danos e perdas totais, caso algo dê errado.

Seguindo uma estratégia de backup como a regra de BACKUP 3-2-1 , você está dando um passo na direção certa. No entanto, é importante agir imediatamente, especialmente se você identificou quaisquer pontos fracos potenciais em seu método de backup atual.

Até mesmo realizar um backup simples em um disco rígido externo fornecerá alguma segurança adicional enquanto você formula uma estratégia mais abrangente e confiável. 

Qual a frequencia ideal para fazer backup?

Uma vez que você montou a sua estratégica para fazer um backup seguro, a próxima decisão importante é definir com que frequência você precisa fazer backup e definir o seu cronograma. As pessoas estão constantemente atualizando ou criando novos arquivos, e em caso de desastre, todos os dados criados desde o backup mais recente até o momento de falha serão perdidos. 

Esse período é chamado de RPO (RECOVERY POINT OBJECTIVE) que é o período máximo que você está disposto a perder dados em seus sistemas por causa de um evento. Um RPO mais curto significa perder menos dados, mas requer mais backups, mais capacidade de armazenamento e mais recursos de computação e rede para que o backup seja executado. Um RPO mais longo é mais acessível, mas significa perder mais dados.

Muitas pequenas e médias empresas geralmente definem um RPO de 24 horas, o que significa que você precisa fazer backup diariamente. Com soluções de backup modernas, você pode implementar RPOs tão curto quanto alguns minutos. Você também pode ter RPOs hierárquicos, RPOs mais curtos para sistemas críticos e RPOs mais longos para sistemas secundários.

Outra variável importante é o objetivo do tempo de recuperação, RTO (RECOVERY TIME OBJECTIVE), ou o  quão rápido você pode se recuperar desde o momento em que o desastre ocorre até o momento em que você retorna às operações normais. 

Quando os sistemas não estão funcionais, sua empresa perde dinheiro e você precisa restaurar rapidamente o backup para minimizar as perdas. No entanto, como acontece com o RPO, um RTO mais curto requer armazenamento, redes e tecnologias mais rápidos, por isso é mais caro. Para muitas empresas, um RTO de poucas horas é a norma.

Soluções de backup de dados

Backup, como fazer de forma rápida e segura? Existem vários tipos de soluções de backup e ferramentas disponíveis no mercado que oferecem diferentes RPOs, RTOs e lidam com necessidades específicas. Aqui estão os mais populares.

BACKUP DE DADOS PARA HD OU SSD

Se você tiver capacidade suficiente em seus discos locais, você pode fazer backup deles ou em unidades USB externas. Esses backups são rápidos e convenientes e você não precisa de uma rede. 

A desvantagem dos backups locais é que se o sistema for destruído pelo fogo ou inundação, seus backups também podem ser destruídos se forem armazenados no mesmo local. 

Backups em disco locais e USB são melhores para backups rápidos de um pequeno número de computadores, e são projetados para a recuperação de arquivos ou sistemas individuais em caso de falha de software.

BACKUP VIA REDE E NAS (NETWORK ATTACHE STORAGE)

Esta é uma das opções de armazenamento mais comuns. Com um NAS centralizado (Network Attached Storage), SAN (Storage Area Network) ou simples compartilhamento de rede, você pode armazenar muitos ou todos os backups da empresa em um só lugar.

E se for necessário, poderá restaurar facilmente um arquivo, sistema ou todo o data center no caso de um ataque de vírus ou corrupção de dados. No entanto, como acontece com os discos locais, o NAS e o SAN não ajudarão a recuperar dados em caso de um grande desastre na área, como um furacão ou tufão que destrói toda a sua instalação.

BACKUP DE DADOS EM FITAS MAGNÉTICAS

Para se recuperar de um grande desastre, você deve armazenar uma cópia de seus dados em um local fora do local, de preferência distante do seu data center principal.

Uma das maneiras tradicionais de fazer isso é armazenar cópias de seus dados em dispositivos de fita, e enviar fisicamente as fitas para um local remoto. As tecnologias de fita modernas, como o LTO-7, permitem armazenar até 2,5 TB de dados compactados em uma única fita, tornando-os bastante eficientes se você precisar proteger grandes quantidades de dados.

A desvantagem de um backup de fita são RTOs longos, pois você precisa enviar fisicamente a fita de volta quando precisar recuperar dados. Além disso, algumas soluções de backup têm opções limitadas de recuperação. Por exemplo, você pode recuperar um sistema inteiro de fita, mas não um único arquivo ou pasta. Além disso, você precisa de uma unidade de fita, carregador automático ou biblioteca de fitas para criar backups e executar recuperações, e esses dispositivos podem ser relativamente caros.

BACKUP DE DADOS PARA ARMAZANAMENTO EM NUVEM

A alternativa moderna para o backup em fita é o armazenamento em nuvem. Com esse tipo de solução, você assina uma certa capacidade de armazenamento no data center do fornecedor de nuvem ou do provedor de serviços. 

Você não precisa de nenhum hardware como faz com unidades de fita, mas precisará de uma conexão rápida com a internet para enviar backups para a nuvem. Seu fornecedor pode ter maneiras de eliminar os problemas com o upload de grandes quantidades de dados, oferecendo envio de dados físicos para o primeiro backup.

É claro que, se sua organização lida com dados confidenciais, ou está sujeita a requisitos regulatórios, você precisará verificar se o backup em nuvem com uma solução BaaS é aceitável.

A sobrevivência da sua empresa depende da sobrevivência dos dados da sua empresa. Para implementar uma estratégia confiável de backup de dados, defina os objetivos de seus negócios, o tipo de backup ideal, e o tempo esperado para RPOs e RTOs. 

E implementar soluções adequadas, a compra do sistema de armazenamento e executar e monitorar os backups. Só então você pode ter certeza de que sua empresa pode continuar a operar com segurança, mesmo quando ocorrem imprevistos.

Se seu backup falhar, ou você não tiver um, e precisa recuperar dados de qualquer tipo de dispositivo, conte sempre com a ajuda da E-Recovery!

Rolar para cima