O que são e como funcionam os pen drives?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

COMO ESCOLHER UM EXCELENTE PEN DRIVE?

Pen Drives pequenos e leves, usam pouca energia e não têm peças móveis. Os dispositivos, sejam eles envoltos em plástico ou borracha, são fortes o suficiente para resistir a choques mecânicos, arranhões e poeira, e geralmente são à prova d’água.

Os dados em unidades flash USB podem ser retidos por longos períodos quando o dispositivo é desconectado de um computador ou quando o computador é desligado com a unidade conectada. Isso torna uma unidade flash USB conveniente para transferir dados entre um computador desktop e um notebook ou para necessidades de backup pessoais .

Ao contrário da maioria das unidades removíveis, uma unidade flash USB não requer reinicialização após ser conectada, não requer baterias ou fonte de alimentação externa e não depende do sistema operacional utilizado. Vários fabricantes oferecem recursos adicionais, como proteção por senha e drivers para download , que permitem que o dispositivo seja compatível com sistemas mais antigos que não possuem portas USB.

As desvantagens das unidades flash USB incluem a capacidade de lidar com um número limitado de ciclos de gravação e exclusão antes que a unidade falhe, vazamento de dados e exposição a malware . O vazamento de dados é um problema porque os dispositivos são portáteis e difíceis de rastrear. Uma violação de segurança devido a malware pode ocorrer quando o dispositivo é conectado a um sistema infectado. No entanto, a criptografia e uma varredura de rotina da unidade flash USB podem ser suficientes para evitar abordagens que tentem violar seus arquivos.

Principais fornecedores: Adata, Corsair, HP, Kingston, Lexar, Multilaser, SanDisk, Sony, Toshiba e Verbatim.

A grande maioria das pessoas que compra um pen drive olha apenas a capacidade de armazenamento e o custo do produto, optando pelo que tem maior capacidade com menor preço. Certamente são fatores que se deve considerar, mas não são os únicos. Até mesmo os técnicos mais experientes tem dúvidas na hora de escolher um pen drive!

No entanto, há pelo menos quatro itens que são essenciais e precisam ser observados antes de você decidir pela compra de um pen drive. São eles que justificam, por exemplo, o fato de um pen drive de mesma capacidade, em alguns casos, custar o dobro de outro modelo similar. Em geral há uma explicação para isso e nós vamos detalhar esse assunto a partir de agora.

Todas essas informações técnicas sobre o produto podem ser obtidas de várias formas. Se estiver comprando pessoalmente, cheque as especificações técnicas com o vendedor e na embalagem do produto. Nas compras online, visite o site oficial da marca e compare as especificações do pen drive com as que estão sendo anunciadas pelo lojista.

Capacidade de armazenamento do pen drive

A principal caracterítiscas na hora de comprar um pen drive ainda é a capacidade de armazenamento. Ela pode variar bastante, indo desde os 8 GB até os 2 TB de armazenamento. Claro que, quanto maior for a capacidade nominal de armazenamento, maior será também o seu preço. 

As capacidades existentes no mercado hoje são as seguintes: 4 GB, 8 GB, 16 GB, 32 GB, 64 GB, 128 GB, 521 GB, 1 TB e 2 TB. Os modelos mais comuns hoje em dia são aqueles entre 16 GB e 64 GB. Não recomendamos a compra de versões com capacidade abaixo de 16 GB, pois é muito pouco para os padrões atuais

Você tem que ter cuidado com os dispositivos falsificados vendidos como pen drives de grande capacidade a um preço irrisório. Na verdade, eles não tem a capacidade de armazenamento estampada. Estes pen drive fakes são montados com chips de memória de baixa capacidade, e o firmware é adulterado para mostrar uma capacidade maior do que a real. 

VELOCIDADE DE LEITURA E GRAVAÇÃO DO PEN DRIVE

Saindo da capacidade de armazenamento, passamos para outro item que frequentemente é negligenciado, mas também é muito importante. Quanto mais moderno for um pendrive, maior será a sua velocidade de leitura e gravação de dados. Isso pode ser explicado da seguinte forma:

Quando você conecta um pendrive ao seu PC, o tempo que o computador leva para ler ou gravar essas informações em um dispositivo removível é medida em MB/seg. Quanto mais MB/seg puderem ser lidos, melhor. 

A mesma regra se aplica à gravação dos dados. A qualidade dos chips de memória, e principalmente da controladora de memória é que limitam essas velocidades. Pen Drive fabricado com componentes de baixa qualidade sempre terão um desempenho inferior quando comparadas às unidades de melhor qualidade.

PEN DRIVE usb 2.0 ou usb 3.0

Essa especificação técnica diz respeito à compatibilidade com a tecnologia de leitura USB disponível em seu PC. As portas USB 3.0 (que possuem a cor azul) permitem transferências de dados mais rápidas e, portanto, os pendrives USB 3.0 são mais caros do que aqueles que são apenas 2.0. Porém, existe retro compatibilidade entre eles.

Em termos físicos, um pendrive USB 2.0 e um pendrive USB 3.0 podem ser idênticos. Os pendrives 2.0 podem ser executados em entradas 3.0, mas com capacidade limitada. O mesmo ocorre com os pendrives 3.0 em entradas 2.0. Ou seja, você não precisa se preocupar com o funcionamento, mas terá limitações na qualidade de uso.

Existem três especificações USB principais pelas quais as unidades flash USB podem ser conectadas: 1.0, 2.0 e 3.0. Cada publicação de especificação permite taxas de transferência de dados mais rápidas do que a versão anterior. Também houve vários pré-lançamentos e várias atualizações, além dessas três versões.

  • USB 1.1 – até 12 Mbps
  • USB 2.0 – até 480 Mbps
  • USB 3.0 – até 4.8 Mbps
Mbps ou Mbit/s significa megabit por segundo. É uma unidade de transmissão de dados equivalente a 1.000 kilobits por segundo ou 1.000.000 bits por segundo. Por exemplo, 100 Mbps equivale a 12,5 MB/s.

PEN DRIVE com criptografia

Não são todas as pessoas que precisam disso, mas se você vai andar por aí com informações sensíveis salvas em seu pendrive, pode ser uma boa ideia procurar modelos que já venham com sistemas de criptografia instalados. Eles permitem que, em caso de roubo ou perda do pendrive, ou até mesmo acidentes, os dados não possam ser acessados sem uma chave de segurança.

Aliás, falando em acidentes, aqui vai outro conselho importante: fique atento ao design do pendrive. Há muitos modelos, de inúmeros formatos. Porém, dê preferência àqueles que protegem de alguma forma o conector USB. Assim, em caso de acidentes com líquidos ou poeira seu pendrive corre menos riscos de ser danificado.

CUIDADO COM PEN DRIVES PIRATAS / FALSIFICADOS

Mesmo que você observe todas estas dicas, ainda há um risco de cair em um outro golpe: o dos pendrives piratas. É comum que empresas mal-intencionadas entreguem ao consumidor dispositivos com capacidade menor do que a que foi anunciada. Além disso, esses produtos são construídos com peças de menor qualidade.

Essas peças esquentam mais e aumentam as chances de que algum curto-circuito danifique os conectores, resultando até mesmo na perda das informações. Por isso, prefira comprar produtos apenas de marcas confiáveis e conhecidas. Sandisk e Kingston são dois exemplos de marcas que sempre apresentam bons produtos.

Muitas vezes, você pode observar que existem cópias quase perfeitas, com a exceção que nos produtos originais sempre encontrará códigos de registro não encontrados nos piratas

COMO RECUPERAR PEN DRIVE CORROMPIDO

Como consertar uma unidade USB corrompida no Windows 10? Uma das solicitações mais frequentes que nossos especialistas em recuperação de dados recebem é para consertar ou reparar dispositivos USB. Na realidade, reparar um dispositivo defeituosos não é possível, exceto para fins de recuperação de dados.

Eles custam muito pouco para serem fabricados e podem ser encontrados facilmente em todo lugar custando apenas algumas dezenas de reais. No entanto, com os modelos mais baratos, o controle de qualidade não é particularmente bom e eles podem quebrar facilmente. 

Além de serem fáceis de danificar, os erros do sistema de arquivos são comuns e a corrupção de dados é um problema frequente que encontramos. A remoção inadequada da unidade USB do computador pode ser o início de uma unidade USB corrompida. Os problemas que exigem o reparo da unidade flash USB podem ser lógicos ou físicos.

Muitas pessoas procuram uma solução barata ou mágica para pen drives corrompidos. Sim, existes softwares de recuperação de dados disponíveis e, às vezes, uma ferramenta de reparo é gratuita. No entanto, proceda com cuidado, porque às vezes a tentativa contínua de usar um dispositivo corrompido ou danificado pode fazer com que o problema piore e fique mais difícil de reparar.

QUANTO CUSTA RECUPERAR UM PEN DRIVE CORROMPIDO?

O custo para reparar uma unidade flash USB corrompida geralmente não é muito alto, mas como sempre, os custos dependerão da complexidade do problema. Existem dois tipos comuns de problemas de corrupção encontrados em pen drive: lógicos ou físicos.

A corrupção lógica é um problema que às vezes pode ser resolvido por um software. Mas antes de começar a pesquisar por software de recuperação de dados no Google, recomendamos que você considere a importância dos dados para você. Tentar recuperar um pen drive corrompido por conta própria, ao invés de usar um serviço de reparo profissional, provavelmente resultará em perda permanente de dados. 

Se seus dados forem muito valiosos, você deve enviar a unidade USB para um especialista em recuperação de dados, que irá recuperar as preciosas fotografias de família ou documentos importantes do seu trabalho.

Se você tiver a sorte de estar sofrendo de um flash drive logicamente corrompido e não estiver preocupado com a possibilidade de perder permanente os dados, pegue um café e experimente as seguintes etapas lógicas de reparo do USB / flash drive. Abaixo estão algumas maneiras de tentar consertar logicamente uma unidade USB corrompida no Windows 10.

COMO VERIFICAR SE HÁ PROBLEMAS LÓGICOS NO SEU PEN DRIVE?

Pode ser possível recuperar dados de um pen drive corrompido usando o Windows 10. Veja o passo-a-passo de como tentar reparar erros do sistema de arquivos, lembrando que em certos casos a ferramentas embutida no Windows poderá piorar a situação e até mesmo impossibilitar recuperar seus dados.

Insira / conecte o pen drive na porta USB do sistema do computador.

  1. O Windows 10 deve detectar automaticamente a unidade flash USB. 
  2. Em seguida, vá para o ícone do pen drive mostrado em Meu Computador.
  3. Acesse o pen drive clicando com o botão direito do mouse na guia de propriedades.
  4. Clique na guia Ferramentas usando o botão esquerdo do mouse para verificar o pen drive. 
  5. As opções fornecidas nesta parte são corrigir automaticamente os erros do sistema ou tentar recuperar os setores de arquivos defeituosos.
  6. Marque a opção de sua preferência. Após decidir a opção, clique no botão Iniciar para iniciar o processo de correção. 
  7. O Windows irá notificá-lo quando o reparo for concluído e solicitar que você feche a guia.

Se alguma das etapas acima falhar, você precisará verificar a ferramenta Gerenciamento de Disco do Windows ou executar o utilitário CHKDSK. Isso é útil se o sistema de arquivos da unidade USB estiver muito corrompido e o Windows não exibir o ícone da unidade USB em Meu computador.

  1. Conecte a unidade USB ao seu computador e pressione o botão Windows (Iniciar) na parte inferior esquerda da tela.
  2. Assim que você ver um pop-up, digite diskmgmt.msc e pressione Enter. 
  3. Isso iniciará o Gerenciamento de Disco, que é excelente para detectar qualquer unidade ausente.
  4. Localize o pen drive, procurando o nome do fabricante do seu drive USB, por exemplo, Samsung 64 GB.
  5. Verifique se a unidade flash USB recebeu uma letra de unidade.
  6. Verifique se o pen drive está online. Se não estiver, clique com o botão direito do mouse na unidade flash e pressione Colocar Online.
  7. Volte ao botão Iniciar do Windows e digite agora digite cmd e abra o prompt da linha de comando, cliqcando com o botão direito para abrir como administrador.
  8. Selecione a letra da unidade identificada digitando, por exemplo “F”.
  9. Execute chkdsk digitando chkdsk / f / r – Isso irá reparar setores corrompidos e tentar corrigir problemas do sistema de arquivos. 
  10. Após a conclusão, você deve ter acesso aos dados perdidos para recuperar arquivos do USB danificado.

Se você não se sentir confortável com o uso do chkdsk através da linha de comando, insira o pen drive no conector USB do seu computador.

  1. Clique no ícone Meu computador e localize o seu pendrive.
  2. Em seguida, clique com o botão direito na guia Propriedades do ícone do pen drive. 
  3. Clique com o botão esquerdo na guia Ferramentas para selecionar o botão denominado Verificar.
  4. Deixe o computador fazer a tarefa de verificar e restaurar o sistema de arquivos corrompido.
  5. Por fim, clique com o botão direito do mouse no pen drive USB e o ejete para desconectar com segurança.

Embora nem todos os arquivos perdidos possam ser recuperados, muitas vezes é possível restaurar o pen drive para que ele volte a funcionar.

COMO CORRIGIR PROBLEMAS FÍSICOS NO PEN DRIVE

Conectores USB quebrados ou unidades danificadas não serão reconhecidos pelo computador ou, gerar muitas mensagens de erro quando a unidade for conectada ao sistema. Mensagens comunicando que que você precisa conectar e inserir a unidade no computador, mesmo se ela estiver na porta correta do computador. 

As mensagens de erro habituais incluem “Insira o disco no disco removível” ou “USB não reconhecido ou com defeito”. Na maioria dos casos em que a unidade está fisicamente danificada, o dispositivo deve ser enviado a um laboratório para reparo elétrico ou recuperação através da remoção e leitura do chip de memória.

No entanto, essa mensagem de erro também pode sinalizar outro tipo de problema no pen drive. Ela se manifesta se a unidade flash estiver corrompida por vírus, ou quando o driver controlador da unidade flash estiver corrompido. 

Também pode acontecer se houver um problema com os chips de memória NAND. A corrupção do chip de memória NAND torna a unidade flash ilegível e a capacidade do disco normalmente é mostrada com capacidade zerada ou pode aparecer com um nome de pen drive diferente.

Às vezes, você pode consertar a unidade ilegível ativando o dispositivo no gerenciador de dispositivos do painel de controle, mas na maioria das você você precisa enviar o se pen drive para uma empresa de recuperação de dados que possuem as ferramentas adequadas para fazer este tipo de serviço.

COMO ATIVAR A CRIPTOGRAFIA NO SEU PEN DRIVE?

Nossos pen drives transferem e armazenam dados confidenciais, mas como você pode protegê-los em caso de perda ou roubo? Qualquer pessoa que colocar as mãos em seu USB pode acessar suas informações pessoais. Não deixe isso acontecer. Aprenda a criptografar e proteger o seu pen drive com senha para proteger a sua privacidade!

O que é um pen drive USB criptografado? A criptografia em pen drive pode ser feita de duas maneiras: usando um software de criptografia especializado ou comprando uma unidade flash com hardware alterado. Se alguém roubou sua unidade flash criptografada, eles não poderiam acessar seu conteúdo, a menos que conhecessem a chave de descriptografia.

Algumas unidades flash vêm com um pequeno chip embutido que exige que você crie uma senha ou grave a sua impressão digital assim que inserir a unidade pela primeira vez. Você terá que digitar a senha ou colocar o seu dedo no sensor toda vez que quiser acessar seus arquivos. Fora isso, ele funciona como uma unidade flash normal.

Quando você tem uma unidade flash com criptografia pré-instalada não há configurações adicionais disponíveis, significa que você não precisa instalar mais nada e nem se preocupar com atualizações.

Você também pode criptografar sua unidade flash com software nativo, que está disponível no Windows ou macOS, bem como em aplicativos de terceiros. A criptografia de software permite que você selecione algoritmos de criptografia, dando a você mais flexibilidade. Esse tipo de criptografia é recomendado para usuários avançados.

COMO CRIPTOGRAFAR SEU PEN DRIVE COM BITLOCKER

Bitlocker é uma ferramenta de criptografia nativa disponível no Windows 7 e posterior, e permite criptografar sua unidade para evitar que outras pessoas acessem seu pen drive sem sua autorização.

  1. Conecte o pendrive no computador em uma porta USB. 
  2. Exclua todos os dados ou transfira-os para um local seguro, se não estiver vazio.
  3. Vá para Meu Computador e encontre o seu pen drive.
  4. Clique com o botão direito em sua unidade e selecione Ativar BitLocker
  5. Escolha como deseja desbloquear sua unidade. Você pode usar uma senha ou um cartão inteligente (se sua unidade tiver um). 
  6. Digite uma senha forte duas vezes. Deve conter letras maiúsculas e minúsculas e números.
  7. Escolha como deseja armazenar sua chave de recuperação. Você pode salvá-lo como um arquivo ou imprimi-lo. Você precisará disso se perder sua senha ou cartão inteligente, portanto, mantenha-o seguro!
  8. Escolha Criptografar apenas o espaço em disco usado.
  9. Em seguida, escolha o modo de criptografia. Se tiver certeza de que só o usará com dispositivos Windows 10 da versão 1511 ou posterior, você pode selecionar Novo modo de criptografia. Caso contrário, escolha o Modo compatível, que é melhor para unidades que precisam ser usadas com versões anteriores do Windows.
  10. Se você tiver certeza de que está pronto para criptografar sua unidade, clique em Iniciar criptografia. Isso pode demorar um pouco dependendo do tamanho do seu USB.
  11. Parabéns, agora você tem um pen drive criptografado!

COMO CRIPTOGRAFAR SEU PEN DRIVE NO MAC OS

Da mesma forma que o Windows, o macOS tem software de criptografia integrado que você pode usar para proteger sua unidade USB com senha. 

Faça backup de todos os arquivos do pendrive, pois todo o conteúdo será apagado durante a encriptação e você perderá seus dados se não tiver feito uma cópia de segurança.

  1. Insira sua unidade e transfira todos os arquivos nela para um lugar seguro.
  2. Abra o Finder e encontre o Utilitário de Disco.
  3. Escolha o seu dispositivo na lista do lado esquerdo.
  4. Vá para a guia Apagar. Na caixa Formato, escolha Mac OS Extended (Journaled, Encrypted)
  5. Escolha um nome para sua unidade.
  6. Uma janela será aberta solicitando que você insira uma senha. Sugerimos criar algo forte, mas que você possa se lembrar, porque se você perder essa senha, será difícil, se não impossível, recuperar seus arquivos!
  7. O processo de apagamento e criptografia começará quando você clicar em Escolher
  8. Depois de concluído, mova seus arquivos de volta para a unidade. Seus arquivos agora estão criptografados e protegidos por senha!

AS DESVANTAGENS DE CRIPTOGRAFAR SEU PEN DRIVE

Mesmo que criptografar sua unidade flash proteja seus dados e seja melhor do que nenhuma criptografia, ela tem muitas desvantagens. A maior delas é se você perder a sua senha ou chave criptográfica, todos os seus documentos serão perdidos!

Se você usar a ferramenta de criptografia nativa, só poderá descriptografar e acessar arquivos no mesmo sistema operacional. Se quiser disponibilizar seus dados em qualquer outro sistema operacional, você precisará particionar seu USB, fazer cópias de seus arquivos e transformar cada partição criptografada em um formato compatível com um sistema operacional específico.

Você só pode descriptografar seus arquivos com o mesmo utilitário de criptografia. Você pode criptografar sua unidade e torná-la compatível com os sistemas operacionais mais populares, mas se transferi-los para um computador que não tenha o mesmo software de criptografia, não será possível descriptografar seus arquivos. 

O Windows e o Mac OS têm ferramentas de criptografia gratuitas que são nativas, mas não são instaladas por padrão. Não é difícil instalá-los, pois seus arquivos de configuração já estão armazenados em seu dispositivo, no entanto, você ainda precisa encontrá-los primeiro e instalá-los antes de usá-los.

Devo criptografar minha unidade flash? Se você deve ou não criptografar seu USB, depende do valor e do tipo de informação que você mantém lá. Se o seu USB armazena uma sessão de fotos do seu cachorro ou ensaios da faculdade que você escreveu anos atrás, dificilmente isso interessaria a um golpista. 

No entanto, se você mantém seus arquivos de trabalho, documentos jurídicos ou contratos e costuma transferi-los entre diferentes dispositivos, recomendamos fortemente a criptografia USB.

Existem alternativas? Existem outros aplicativos que você pode usar para criptografar sua unidade, como Lacie , SecurStick ou Cryptsetup . Você também pode comprar unidades USB criptografadas por hardware, que permitem um acesso mais rápido e são menos sujeitas a ataques, mas podem ser caras.

A solução mais fácil é um aplicativo de arrastar e soltar como o NordLocker, que oferece criptografia de arquivos fácil de usar para qualquer forma de armazenamento. Aplicativos como este permitem que você criptografe seus dados e os armazene com segurança em seu dispositivo. 

Esses dados também podem ser transferidos com segurança pela Internet, porque ninguém, exceto você e o destinatário, pode abrir o arquivo criptografado. O que é ainda melhor é que você não precisa passar por um processo de várias etapas para criptografar seus dados. Tudo o que você precisa fazer é baixar o aplicativo, criar uma conta e colocar seus arquivos em uma pasta. O aplicativo faz o resto para você.

Se você está enfrentando problemas de perda de dados em seu pen drive, conte com a E-RECOVERY para recuperar seus arquivos perdidos. A E-Recovery possui mais de 15 anos de mercado, tendo atendido milhares de clientes que precisaram recuperar dados de pen drives e outros dispositivos. Entre em contato e faça uma cotação para saber quanto custará o serviço!

Rolar para cima