Como recuperar Pen Drive Queimado?

Recuperação de pen drive quebrado

Como um dispositivo portátil popular, o pen drive é um importante dispositivo de armazenamento de dados, desde fotos de família até documentos confidenciais. Eles são versáteis e portáteis, tornando-as perfeitas para transferir dados de um computador para outro ou simplesmente fazer backups rápidos de seus arquivos. Ninguém espera perder dados de pendrives, mas os acidentes ocorrem sem aviso prévio. ,

No entanto, em um determinado momento, o acesso à unidade pode ser perdido por diversos motivos. Por exemplo, devido ao mau design da unidade USB ou esforços excessivos aplicados pelo usuário ao conectar ou desconectar o dispositivo, o pen drive poderá ficar inacessível.

A descarga eletrostática pode afetar seriamente as memórias NAND flash, e é importante tomar as devidas precauções ao manusear dispositivos quebrados. Para evitar danos por energia estática ao seu pendrive, você não deve tocar em nenhum componente exposto sem um aterramento adequado. Mantenha sua unidade em uma embalagem antiestática até que você possa enviá-la para uma empresa de recuperação de dados qualificada.

A boa notícia é que a maioria destes flash drives pode ser reparada ou restaurada para extrair com segurança os dados contidos nas unidades danificadas. Nossos especialistas em pen drives podem reconstruir cuidadosamente o dispositivo danificado em um ambiente controlado para restaurar o acesso aos seus arquivos perdidos.

A combinação de equipamentos sofisticados de alta tecnologia como leitores de chips de memória NAND flash) e especialistas altamente qualificados tornam possível reparar quase todos os tipos de danos e recuperar os dados do usuário.

Componentes de um pen drive

Existem três componentes principais para qualquer pen drive USB: o chip de memória, a controladora de memória e o plugue USB. O mais importante é o chip de memória flash NAND. É aqui que todos os dados do seu pen drive são armazenados.

O chip NAND é soldado em uma placa de circuito impresso juntamente com um chip controlador. O controlador separa os dados que chegam e saem do chip NAND. Finalmente, há o próprio plug USB, que se conecta ao PCB e se encaixa na porta USB do seu computador. Todos os dispositivos flash USB possuem esses componentes.

Mas se você abrir o case do seu pen drive, talvez não consiga encontrar todos eles, um grande chip NAND preto, um pequeno chip controlador na placa e um plugue USB prateado. Você encontrará uma única peça com o plugue USB, todos os principais componentes estão lá, porém soldados juntos em um pendrive USB monolítico.

Existem algumas vantagens para esta construção monolítica. É menor, mais resistente à água, mais durável e mais barato de fabricar. E tem uma notável semelhança com o icônico monólito de 2001: Uma Odisséia no Espaço, de Stanley Kubrick. (Embora isso seja mais uma vantagem estética do que prática.) A principal desvantagem é que é preciso muito mais esforço para nossos engenheiros acessarem os dados na unidade.

Tipos de danos físicos de um pen drive

Existem dois tipos de problemas na recuperação de dados de pendrive queimados ou danificados. O primeiro envolve casos em que a conexão entre o plugue USB e a placa eletrônica foi danificada. O segundo envolve casos em que o PCB foi danificado ou a controlado de memória está queimada e o chip NAND deve ser removido dele.

Reparo do plugue USB

Num dispositivo portátil como um pendrive existe um ponto fraco importante. A conexão entre o plugue USB e a placa de circuito é muito frágil. Se você tiver o seu pen drive conectado a uma porta USB e acidentalmente esbarrar no dispositivo, você pode dobrar ou romper os contatos que conectam o plugue à placa de circuito. Esta é uma das razões mais comuns pelas quais as pessoas trazem seus pen drives para nossa empresa.

É preciso um especialista altamente qualificado e com um delicado equipamento de solda para consertar o pen drive. Após a unidade ter sido reparada, a recuperação de dados é geralmente uma questão simples. Pode haver algum dano no arquivo se a unidade foi danificada no meio de uma operação de gravação.

Placa eletrônica ou controladora de memória danificada

Nos casos em que a própria placa de circuito foi danificada ou está em curto, a recuperação dos dados da unidade flash envolve a remoção do chip NAND da placa e a leitura do seu conteúdo usando um leitor especial de memória flash.

Os dados no chip NAND não se parecem com o que um técnico de recuperação de dados pode encontrar nos pratos de um disco rígido. O conteúdo do chip NAND é uma bagunça confusa dos dados do usuário e dos dados do sistema que o flash drive precisa operar.

É trabalho da controladora de memória e do firmware organizar tudo isso. Para nós, ler o chip é a parte fácil. Nossos especialistas em recuperação de dados precisam descobrir como o controlador trabalha e fazer uma emulação para remontar os dados brutos do chip NAND para que eles fiquem legíveis.

Dificuldade nos pen drives monolíticos

A tecnologia flash monolítica está rapidamente se tornando mais popular. Pen Drives monolíticos tem um design de chip único moldado em um plástico sólido. As unidades flash monolíticas juntam num único invólucro chip de memória com os dados e a controladora de memória.

Este projeto criou muitos problemas para a indústria de recuperação de dados, devido ao plástico moldado que envolve a eletrônica do pen drive e a estrutura complicada do dispositivo.

Para casos de recuperação monolítica, essa tarefa é muito mais difícil. O monolito não pode ser desmontado, mas ainda temos uma maneira de obter acesso ao chip de memória flash NAND. Uma vez que o plástico é removido podemos raspar delicadamente o invólucro para acesso aos ponto de memória.

Teremos que descobrir a pinagem (pontos específicoss que precisamos soldar) para ter acesso direto ao chip NAND Flash. Existem centenas de versões diferentes e diferentes pin-outs para cada um. O pin-out é extremamente complicado de descobrir. Em seguida, temos que soldar fios muito pequenos diretamente nas áreas específicas da unidade que se conectam a um adaptador.

Se tivermos concluído esse processo com sucesso, poderemos ler no despejo da imagem RAW. Finalmente, temos que fazer engenharia reversa e descobrir como o controlador grava os dados no dispositivo, para que possamos descriptografá-lo.

Este é o mais complexo dos dois casos de recuperação física de pen drives. Cada chip controlador de um fabricante faz seu trabalho de forma um pouco diferente. No que diz respeito aos monolíticos, não há um padrão industrial para os pontos de contato que permitem o acesso aos dados. A recuperação de dados diretamente de um chip NAND requer um engenhoso trabalho de detetive e engenharia reversa.

Como recuperar dados de pen drive danificado?

A recuperação de dados de pen drive danificados pode ser possível utilizando-se hardware dedicado de empresas como Ace Laboratory ou Rusolit que permitem a leitura direta do chip de memória.

Para pen drives com memória removível (TSOP-48) ele será dessoldado da placa eletrônica para ser lido pelo equipamento. Para dispositivos monolíticos será feito uma raspagem do epóxi para que os contatos fiquem visíveis para posteriormente serem soldados em um adaptador.

Se a conexão for bem-sucedida, será feito um dump de toda a memória em modo binário. O poderoso e exclusivo software que acompanha o leitor abrirá a imagem criada e tentará descobrir como os dados estavam gravados. Via engenharia reversa, ele tentará decodificar a maneira como a controladora de memória gerenciava os arquivos. 

Podemos recuperar os dados do seu pen drive!

Temos todas as mais recentes ferramentas de recuperação de dados flash e tecnologia, além de nossa própria tecnologia proprietária de recuperação de dados, ferramentas e métodos para recuperar arquivos de flash drives que a maioria das empresas não pode.

A E-Recovery é a empresa número 1 em recuperação de dispositivos Flash no Brasil. Envie o seu pen drive para uma avaliação gratuita. Ficaremos felizes em tentar recuperar seus dados!

Leave a Comment

WhatsApp chat