É possível recuperar HD queimado por fogo?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Existem inúmeras variáveis que podem afetar o resultado da tentativa de recuperação de dados de um HD que foi vítima de um incêndio. Algumas dessas variáveis incluem se o disco rígido, ou computador, teve exposição direta ou indireta ao fogo e o tempo de duração da exposição. 

Embora a maioria dos bens materiais possa ser reposta em caso de incêndio se você tiver um seguro, infelizmente o fogo pode destruir definitivamente documentos, fotos e vídeos que estavam em um computador ou HD externo no local.

POR QUE A RECUPERAÇÃO DE DADOS DE UM HD ATINGIDO POR FOGO É DIFÍCIL?

Devido à natureza dos danos, a recuperação em caso de incêndio é uma das mais difíceis. Estas são as razões pelas quais uma recuperação de incêndio é a mais difícil:

Ironicamente, a primeira dificuldade não é o fogo em si, é a água. Os danos causados pela água ocorrem quando o corpo de bombeiros apaga o incêndio, e a água entra pelo filtro de respiração da unidade e danifica seus pratos magnéticos. Isso, no entanto, só se aplica a um HD tradicional, e não a uma unidade SSD. 

O HD possui em seu interior um filtro para partículas de poeira, e algumas unidades podem ter sílica gel, o que reduz a umidade na unidade. Mesmo com essas medidas de precaução não evitam os danos causados pela forte jato de água de uma mangueira para combater incêndios.

A segunda dificuldade no processo de recuperação é limpar os pratos sujos. Antes que os discos sejam transplantados para nova unidade com novos cabeçotes e um novo PCB, eles precisam ser limpos. O processo de limpeza pode causar danos adicionais nos pratos, o que pode criar mais áreas ilegíveis na unidade, requerendo habilidade e precisão para garantir que não haja mais danos.

Terceiro, devido ao calor sofrido a camada lubrificante aplicada nos pratos pode ter evaporado. Se essa camada protetora tiver sido destruída, isso pode resultar em mais danos ao prato. Outro grande problema é que o o HD pode ser desmagnetizado pela alta temperatura do fogo, reduzindo as chances de ler os dados gravados magneticamente no prato. 

TEMPERATURA

O fogo médio em um incêndio queima a cerca de 500 º C. Apenas a alta temperatura é suficiente para aumentar os danos causados nos discos rígidos. Outro problema é o calor direto e também o calor irradiado. No caso de um incêndio em um imóvel localizada nas regiões centrais, o corpo de bombeiros geralmente chega ao local em menos de dez minutos a partir da notificação.

Esse tempo normalmente é apenas suficiente para manter o fogo ativo em um único cômodo antes de se espalhar para o resto do local. Todos os itens diretamente atingidos pelo fogo naquele local experimentarão uma temperatura muito maior do que os itens em outras partes do imóvel. Portanto, os objetos sofrerão danos maiores, significando que os itens que não estão diretamente dentro da chama receberão menos danos. 

DURAÇÃO DO INCÊNDIO

Embora alguns incêndios em prédios possam levar várias horas para se extinguir, a maioria das casas são apagadas em menos de uma hora. O período de tempo que um incêndio dura é importante para limitar a extensão dos danos nos discos rígidos.

Uma razão pela qual a duração do incêndio é importante é porque quanto mais tempo uma chama queima, mais quente ela fica. Dependendo dos materiais que alimentam o fogo, as temperaturas no centro de um incêndio podem chegar a mais de 1.200 º C em apenas quatro horas. 

Em oito horas, essa temperatura pode subir mais 100 graus chegando a quase 1.300 º C. Os incêndios mais quentes podem queimar até 3.000 º C! Esse extremo, entretanto, não é comum, sendo encontrado apenas em incêndios florestais de longa duração.

CONTAMINANTES ADICIONAIS

Chama e calor não são os únicos componentes de um incêndio que podem danificar um computador e seu armazenamento de dados. A Água usada para apagar um incêndio, detritos, fuligem e produtos químicos como retardadores de chama podem causar danos adicionais.

COMO O FOGO CAUSA DANOS AO COMPUTADOR

Nenhum dispositivo é instantaneamente e totalmente destruído por um incêndio, seja um pequeno incêndio em uma casa ou um incêndio catastrófico em um prédio. Aqui estão algumas consequências comuns.

PEÇAS DE PLÁSTICO

Em praticamente qualquer incêndio, os componentes de plástico derretem. O PC médio de hoje pode possuir de 17 a 40% de plástico em sua composição. Isso inclui as teclas de um teclado, partes externas da caixa do computador, isolamento interno da caixa e até mesmo alguns capacitores e circuitos eletrônicos. Quer sejam diretamente danificados pelo contato com a chama, ou indiretamente afetados pelo calor de um incêndio, os plásticos geralmente começam a derreter antes que a temperatura alcance 260 º C.

PEÇAS DE BORRACHA

As unidades de disco rígido (HD) e alguns discos De estado sólido (SSD) possuem tampas de metal que protegem os componentes internos que armazenam os dados. Esses gabinetes são geralmente vedados com uma vedação de borracha de resistência industrial. Esta borracha geralmente começa a derreter a cerca de 260 graus centígrados.

Isso não significa necessariamente que os componentes internos estejam comprometidos nessa temperatura. Se a borracha permanecer no lugar, mesmo enquanto amolecida, os componentes internos serão protegidos de detritos externos, fumaça, etc.

Uma vez que esta junta de borracha em um HD esteja comprometida e furos, por menores que sejam, possam ser vistos na vedação, é provável que os dados no dispositivo não sejam mais recuperáveis. Isso ocorre porque qualquer fuligem, fumaça ou outros contaminantes, uma vez dentro da unidade, causarão danos adicionais aos pratos que contêm os uns e zeros binários que constituem os dados.

A recuperação de dados de SSD é diferente de um HD porque os chips que compõem um SSD não são afetados por partículas. Se um case de SSD for comprometido, ainda pode haver uma boa chance de recuperar os dados.

PRATOS (PLATTERS)

Dentro de um HD estão localizados os pratos que se parecem muito com espelhos redondos com um furo na parte central. Esses discos armazenam todos os dados do computador. Dependendo do fabricante e do modelo, os pratos podem ser feitos de alumínio, vidro, cerâmica, cobalto ou uma combinação de dois ou mais desses materiais. Os pratos tendem a ser razoavelmente resistentes ao calor e geralmente resistem a altas temperaturas antes de começarem a se deformar, borbulhar ou derreter.

METAL

Os computadores são feitos principalmente de metal. A caixa externa, chips controladores, chips de memória (em um SSD), conectores, circuitos e vários outros componentes são geralmente compostos de vários tipos de metal:

  • PARTE EXTERNA: geralmente alumínio
  • CHIPS DE MEMÓRIA: geralmente de silício
  • CIRCUITOS INTEGROS: geralmente de silício

Outros componentes podem ser compostos de chumbo, cobre, ouro ou estanho. O silício, em particular, é muito resistente ao calor e pode sobreviver a temperaturas de até 1.350 graus centígrados. É importante notar que, mesmo em temperaturas mais baixas, a durabilidade do silício e da maioria dos outros metais é prejudicada à medida que a exposição ao calor ou à chama é prolongada. Cada minuto pode contar quando se trata de ter uma chance na recuperação de dados do seu dispositivo de armazenamento.

DETERMINANDO SE SEUS DADOS PODEM SER RECUPERÁVEIS

Aqui estão algumas coisas a serem observadas na hora de verificar se os dados podem ou não ser recuperados de um HD danificado pelo fogo.

SPRINKLERS E ÁGUA

Muitas casas e escritórios são equipados com sprinklers que são acionados quando uma sala atinge uma determinada temperatura. Mesmo que o prédio ainda esteja em chamas, a existência de um sistema de sprinklers em funcionamento pode ter sido suficiente para resfriar o computador e evitar a perda permanente de dados.

Quando o corpo de bombeiros atende um prédio em chamas, eles apagam as chamas com milhares de litros de água. Mesmo se não houvesse sprinklers em uma casa, haverá bastante água para afetar os computadores e outros itens.

Em vez de danos por calor ou fogo, um dispositivo em uma dessas duas situações certamente terá danos por água. Se for esse o caso, leve o HD imediatamente para uma especializada em recuperação de dados antes que a corrosão causada pela água possa se espalhar.

O COMPUTADOR ESTÁ CARBONIZADO OU DERRETIDO?

Se o computador derreter, mas se o HD não entrou em contato direto com a chama, as chances são muito altas de que os dados sejam recuperáveis. Mas se o seu computador estiver carbonizado, não perca as esperanças ainda.

EXISTEM ADESIVOS?

Se ainda houver adesivos do fabricante no disco rígido ou em outros componentes internos do computador, isso é um excelente sinal de que o calor não foi forte o suficiente para causar perda permanente de dados e arquivos podem ser recuperados.

COMO ESTÁ A CARCAÇA DO HD?

Mesmo que o exterior do computador esteja derretido ou carbonizado, o que realmente importa é a condição do próprio disco rígido. Se você conseguir localizar o HD dentro do computador e ele ainda estiver inteiro, há uma boa chance de uma recuperação de dados bem-sucedida.

OS CHIPS DA PLACA-MÃE ESTÃO INTACTOS?

Se você encontrar chips que pareçam inteiros, o HD ou SSD provavelmente também estarão em boas condições e será recuperável. Isso é verdade para os chips de uma placa-mãe e, principalmente, se você puder ver que os chips de um SSD ou outro tipo de memória flash estão inteiros e relativamente intactos.

CONCLUSÃO

Embora não seja impossível, os HDs danificados pelo fogo costumam ser muito difíceis de recuperar. E esse processo só deve ser executado por um laboratório de recuperação de dados experiente para evitar mais danos ao dispositivo. Os gabinetes dos discos rígidos geralmente são muito resistentes para proteger os pratos até certo ponto. 

No entanto, problemas como a contaminação por fuligem ou água podem causar rapidamente a corrosão dos pratos. Essas são situações graves que precisam ser resolvidas rapidamente para uma recuperação de dados bem-sucedida.

Com mais de 15 anos de experiência e um histórico comprovado de bons serviços, o time de especialistas da E-RECOVERY pode ajudá-lo na recuperação de dados de HDs danificados por fogo, água e desastres naturais . Nosso processo de recuperação consiste em abrir a unidade, limpá-la, remover os pratos e, em seguida, transplantá-los para outro disco rígido. 

Pode parecer simples, mas não é. A unidade também pode precisar de um especialista qualificado para trabalhar com o firmware e torná-la legível. Para evitar a contaminação do prato, realizamos horas de trabalho de higienização extremamente delicado. 

Quando você precisar do serviço de recuperação de dados de HD conte com a E-Recovery. Oferecemos orçamento gratuito para todos os nosso clientes e um dos maiores índice de sucesso do setor. Entre em contato conosco agora mesmo!

Rolar para cima